God of War será lançado ainda este ano para a Playstation 4 e consiste na primeira sequela desde God of War 3. Para além disso, o jogo colocará Kratos num ambiente nórdico e, para além de se encontrar mais velho que nos jogos anteriores, será também acompanhado pelo seu filho na sua jornada.

Todavia, mesmo sem existir uma explicação para a razão pela qual Kratos se encontra nesta era, não te surpreendas se, no futuro, o encontrares num ambiente egípcio ou maia.O realizador Cory Balrog falou com a Game Informer para a publicação de Fevereiro da revista onde partilhou os seus pensamentos sobre este tópico.

“Os jogos Gregos estão situados na era Grega de God of War. Seguindo em frente, o próximo sistema de crença mitológica será a era Nórdica de God of War. Mas podemos ainda debruçarmo-nos sobre a era egípcia, a era maia e por aí fora.”

Apesar de God of War ser a verdadeira sequela de God of War 3, não se trata do jogo mais recente: God of War Ascension foi lançado em 2013. Tendo em conta a reacção fraca que este obteve, a chefe da SIE em Santa Mónica, Shannon Studstill, revelou que houve uma grande discussão sobre se a franquia necessitaria de mais tempo para descansar.

“Muitas pessoas da organização queriam que God of War descansasse. Mesmo nas primeiras ideias que dei, existia aquela atmosfera de "Terás mesmo de me convencer que temos de fazer outro". Balrog notou que a saga teria que ser maior que nunca, chegando aos níveis de sucesso de Uncharted ou Assassin's Creed.

Para mim, isso era importante, porque penso mesmo que precisamos de ter uma audiência maior. Quero que o jogo chegue a muitas pessoas; quero que chegue ao nível dos Uncharted e Assassin's Creed. Queremos que a franquia cresça astronomicamente", disse Balrog.

Ainda não há data de lançamento para God of War mas mais informações virão, certamente, nos próximos meses.

Publicidade

Sobre o Autor

Jorge Salgado

Jorge Salgado

Redactor

Fã de cultura pop, séries jogos animes. É o nosso noobie.