Pokémon: Go chega à China

Graças a um investimento de 167 milhões de euros.

Numa entrevista com o website FT.com, o CEO da Niantic, John Hanke, anunciou que Pokémon Go irá chegar à China. A Niantic fez uma parceria com a companhia de videojogos chinesa NetEase para trazer o jogo mobile para o país, quase dezoito meses depois de o mesmos ser lançado no resto do mundo.

A China baniu o jogo devido ao seu uso do Google Maps, algo que o país vê como uma séria ameaça à segurança já que esse serviço contém imagens de satélite de locais militares.

Vários países colocaram restrições a Pokémon Go e nos locais onde os Pokémons podem aparecer; já a China, recusou formalmente a entrada de Pokémon Go no país, em Janeiro de 2017. Desde então que nenhum Pokémon aparece no jogo e Pokéstops e ginásios não poderão ser encontrados em pontos de interesse.

1

Todavia, no passado mês de Novembro, a NetEase, uma empresa de videojogos, provedora de Internet e detentora dos serviços online de jogos como Hearthstone e World of Warcraft na China, fez um investimento de 167 milhões de euros na Niantic, algo que permitiu que o jogo fosse lançado de forma legal em território chinês.

O abandono do Google Maps em detrimento de mapas Open Source em 2017 pode também ter ajudado o caso, mas ainda assim, não há ainda data oficial de lançamento.

Publicidade

Salta para os comentários (6)

Sobre o Autor

Jorge Salgado

Jorge Salgado

Redactor

Fã de cultura pop, séries jogos animes. É o nosso noobie.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Pokémon Go - Tarefas e Recompensas da Pesquisa de Campo de Agosto

Todas as missões listadas, juntamente com a recompensa.

Pokémon Go - Raids de Cresselia, Kyogre e Groudon

Datas, Horários, Versões Shiny, Counters e mais sobre estas Raid Battles.

Comentários (6)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários