The Last of Us: Parte 2 apostará em formas inovadoras de contar uma história

Desenvolvimento vai a 60%.

Durante a PlayStation Experience, os fãs que desesperam por The Last of Us: Parte 2 tiveram a oportunidade de assistir a uma apresentação especial, onde Neil Druckmann, director, e Halley Gross, uma das escritoras, falaram sobre o exclusivo PlayStation 4.

Joel e Ellie, como quem diz Troy Baker e Ashley Johnson, também estiveram presentes e tocaram uma música especial para todos os que marcaram presenta nesta apresentação.

Depois de surpreenderem os fãs com a sua actuação, Baker e Johnson escutaram Druckmann e Gross a falar sobre a narrativa de The Last of Us: Parte 2 e como nenhuma personagem está livre de perigo, mesmo os protagonistas.

The Last of Us: Parte 2 vai-se foca na perseguição de justiça e naquela área cinzenta entre o preto e o branco, explicou Druckmann que confirma ainda a presença de momentos adoráveis.

Druckmann confirmou que grande parte do jogo decorre em Seattle que a equipa está a criar uma forma inovadora de contar a história, mas não vão falar sobre isso antes do lançamento do jogo.

Reconhecendo que alguns fãs do primeiro não vão gostar da sequela, o director deste The Last of Us: Parte 2 afirma que a Naughty Dog desenvolverá jogos lineares, singleplayer, baseados na narrativa para sempre, prometendo manterem-se fiéis a si mesmos.

Gross, que está a trabalhar no argumento, partilhou que os personagens serão na mesma complexos e profundos, prometendo que os escritores estão a fazer de tudo para os honrarem. Eles vão crescer enquanto personagens e terão arcos autênticos.

The Last of Us: Parte 2 estará presente na E3 2018 e o desenvolvimento encontra-se a 50/60%.

Salta para os comentários (53)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Resident Evil Village na PlayStation 5 com ray tracing

Jogámos a demo, um pouco desiludidos com o grafismo.

GTA 5 obriga-te a matar, pelo menos, 726 pessoas

Franklin é o que mais pessoas mata.

Shaun Escayg deixa a Crystal Dynamics e regressa à Naughty Dog

Diretor criativo de Uncharted: Legado Perdido regressa a casa.

Também no site...

Comentários (53)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários