O género dos FPS tornou-se num dos mais lucrativos da indústria dos videojogos, em particular graças ao grande sucesso comercial que a série Call of Duty obteve ao longo dos últimos anos. Apesar disto, não podemos esquecer o papel da Bungie com o primeiro Halo, que adaptou maravilhosamente o género para as consolas e a partir daí tudo mudou. Rebobinando ainda mais no tempo, o grande impulsionador dos jogos de tiros na primeira pessoa foi a id Software com DOOM, Quake e Wolfenstein, que continuam a série referências inesquecíveis do género.

Apesar das bases importantes estabelecidas há longos anos, os FPS de hoje em dia estão muito mais evoluídos e refinados. O tema das grandes guerras continua a ser a base para alguns jogos, enquanto outros preferem enveredar pela ficção científica. Uns preferem apostar na campanha ou modo história, mas a maioria prefere dar primazia ao multijogador online. Há também aqueles casos em que há uma tentativa de oferecer ambas os lados, embora seja complicado oferecer o mesmo nível de qualidade na campanha e no multijogador.

O propósito deste artigo é dar-te a conhecer quais são os melhores jogos do género da actual geração. Os critérios foram a qualidade geral, o factor novidade, a sensação da jogabilidade, o equilíbrio do multijogador online, e claro, se a campanha é relevante ou não. Nenhum dos jogos aqui referidos acerta em cheio em todos os aspectos. A maioria destaca-se numas coisas, mas negligenciam outras. Aqui está a nossa lista dos melhores FPS para PC, PlayStation 4 e Xbox One e Nintendo Switch (atenta que não há uma ordem específica).

Overwatch - PC, PS4 e Xbox One

Overwatch é um daqueles casos dos quais estávamos a falar mesmo agora. Não tem história nem campanha, contudo, é sem dúvida um dos melhores jogos do género que podes comprar neste momento, principalmente se gostas de te divertir no multijogador. A Blizzard pegou nas influências dos MOBAs e criou um jogo com diversos heróis carismáticos com um leque muito variado de habilidades.

É um FPS em que o foco não está propriamente na quantidade de mortes, mas antes no trabalho de equipa. Cada equipa é composta por seis jogadores e juntos têm que cooperar para transportar ou impedir o transporte de uma carga, ou para capturar um ponto estratégico no mapa. É um jogo divertido tanto jogado a solo como com um grupo de pessoas conhecidas, embora seja ainda mais divertido se a situação for a última.

O que dissemos na análise a Overwatch: "No que é mais importante, Overwatch faz tudo bem. Se estão à procura de um jogo competitivo com uma jogabilidade divinal, aqui está um forte candidato."

Publicidade

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Mais artigos pelo Jorge Loureiro

Comentários (22)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados

Destiny: Rise of Iron - Análise

A última expansão antes da sequela.

RecomendadoDestiny 2: Forsaken - Análise - novamente entusiasmante

A nova expansão eleva a série a um patamar superior.

SNK Heroines: Tag Team Frenzy terá versão PC

Fighting Game só com mulheres.

Bayonetta 3 chegará no final de 2019

"Chegará mais cedo do que as pessoas pensam", diz a Nintendo.

Últimas

SNK Heroines: Tag Team Frenzy terá versão PC

Fighting Game só com mulheres.

Bayonetta 3 chegará no final de 2019

"Chegará mais cedo do que as pessoas pensam", diz a Nintendo.

Star Wars Jedi: Fallen Order chega no final de 2019, confirma Disney

Figuras, brinquedos e livros do jogo anunciados para Outubro.

Castlevania em formato Pop! da Funko

Personagens transformados em figuras.

Filme Detective Pikachu recebe novo teaser

Pikachu e a magia dos Pokémon.

Publicidade