Jovem que gastou fortuna em microtransacções lança alerta

Pede para que sejam reguladas.

Um jovem de 19 anos, que ao longo de dois anos gastou mais de $10.000 em microtransacções, lançou uma alerta para o perigo dos jogos com loot boxes e está a pedir que as microtransacções sejam reguladas.

O alerta foi lançado no reddit de Star Wars: Battlefront. O jovem não atira a culpa para cima dos jogos com microtransacções e reconhece que tem um problema, mas contou a sua história para alertar para a necessidade de regular as microtransacções e loot boxes nos videojogos.

"Gastei cerca de 10K, que possa provar, nos últimos dois anos. Por favor, ajudem a que as microtransacções sejam reconhecidas como mais perigosas do que comprar um pacote de chicletes. No meu ponto mais baixo, estava a trabalhar em dois sítios e a considerar sair da escola. Por favor considerem de que forma a não-regulação das microtransacções pode afectar os jovens do mundo," escreveu.

De acordo com o relato, o jovem começou a gastar em microtransacções com 14 anos, num simples jogo de gestão de cidades para telemóvel. Ao princípio eram apenas $10 a cada semana, mas eventualmente, começou a gastar mais e mais. Depois transitou para Counter-Strike: Global Offensive, jogo em que estima ter gasto $1696 em skins.

O jovem acabou por reconhecer o seu problema e pediu ajuda à mãe, que o encaminhou para um terapeuta. O jovem diz que agora não compra jogos com microtransacções devido ao seu problema.

Salta para os comentários (31)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (31)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários