A Lucasfilm reage à controvérsia em Star Wars Battlefront 2

O mais importante são os fãs.

A Lucasfilm comentou sobre o que se passou com Star Wars Battlefront 2 e toda a controvérsia gerada em torno das caixas de loot.

Em declarações ao The Washington Post, um representante da Lucasfilm disse que apoiava a decisão da EA em desligar temporariamente a possibilidade de gastar mais dinheiro dentro do jogo.

"Star Wars foi sempre sobre os fãs e seja em Battlefront ou qualquer outra experiência Star Wars, eles estão em primeiro lugar," disse o representante da companhia.

"É por isso que apoiamos a decisão da EA em remover temporariamente os pagamentos in-game de forma a responder às preocupações dos fãs."

No entanto, a decisão pode não ter partido da Electronic Arts. Segundo avançado pelo Venturebeat, foi um executivo da Disney - supostamente o seu director executivo, Bob Iger - que telefonou a Andrew Wilson a pedir que as micro-transacções fossem desligadas.

O The Washington Post acrescenta que a chamada foi feita por Jimmy Pitaro da Disney após ordem dos altos executivos na Disney, que não gostaram nada de ver o nome Star Wars associado à polémica.

O Wall Street Journal noticiou que essa chamada foi a forma da Disney demonstrar o seu total desagrado com as críticas dos fãs e como isso se poderia reflectir na propriedade.

Star Wars: Battlefront 2 está envolvido nas acções promocionais que preparam o lançamento do filme Os Últimos Jedi a 14 de Dezembro, o jogo receberá ainda conteúdos vindos do filme numa futura actualização, sendo normal ver os executivos irritados quando algo corre de forma prejudicial para uma propriedade que gera milhões.

Star Wars Battlefront 2 chegou às lojas no dia 17 de Novembro e a estreia no Reino Unido revelou uma descida de 61% em relação às vendas físicas do primeiro. Mesmo com o crescimento das vendas digitais, a queda nas vendas certamente foi sentida pela EA.

Salta para os comentários (23)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (23)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários