Call of Duty: WWII chegou no dia 3 de Novembro às lojas e foi recebido com incrível entusiasmo pelos fãs, mas a Sledgehammer Games partilhou que originalmente, a sua vontade era desenvolver um jogo diferente.

Eric Hirshberg, director executivo da Activision, conversou com o Newsweek e partilhou que os planos originais passavam pelo desenvolvimento de uma sequela para Advanced Warfare, o anterior título da Sledgehammer.

Call of Duty: Advanced Warfare 2 teria um cenário futurista, onde jogadores com armas laser e fatos especiais. No entanto, este desejo seguia em direcção oposta ao que os fãs pediam, o que fez a Activision colocar a Sledgehammer a trabalhar num jogo na Segunda Guerra Mundial.

Hirshberg disse que a Sledgehammer era o melhor estúdio para o fazer, acreditaram que iriam perseguir uma grande autenticidade e que iriam capturar a inacreditável escala daquele violento confronto.

Call of Duty: WWII já se encontra disponível na PS4, Xbox One e PC.

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Mais artigos pelo Bruno Galvão

Comentários (16)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados

RecomendadoCall of Duty: WWII - Análise

De volta aos bons velhos tempos.

Call of Duty: WW2 - As melhores armas para multiplayer

Toda a informação sobre as melhores armas, todos os mapas e todos os modos em Call of Duty: WW2, e ainda como subir de nível rapidamente.

Devil May Cry 5 recebe imagens Gamescom

Dante e Nero espalham estilo.

Últimas

Devil May Cry 5 recebe imagens Gamescom

Dante e Nero espalham estilo.

Razer revela comando sem fios Raiju para a PS4

Auscultadores Tresher também terão versão sem fio.

Revelados novos bundles Xbox One X e Xbox One S

Shadow of the Tomb Raider, Fallout 4 e Battlefield 5.

Publicidade