Katsuhiro Harada trabalha em Tekken desde 1994, servindo como produtor de uma das mais aclamadas séries de fighting games e sendo descrito como "o pai dos fighting games" por Tomoko Hiroki, produtora de Dragon Ball FighterZ.

1

Hiroki diz que a sua contribuição em Dragon Ball FighterZ vai muito além da admiração pelo seu trabalho no género, o líder da equipa de Tekken ajudou a equipa na Arc System Works a desenvolver o seu jogo.

Segundo revelado por Hiroki, Harada ensinou-lhe que usar óculos é fixe e que ouvir a comunidade é ainda melhor, especialmente os que tiveram contacto com o jogo e têm algo a dizer.

Harada partilhou que Dragon Ball é uma série única e especial, que conseguiu gerar interesse em videojogos lançados depois de terminar, algo raro de ver. Os jogos continuaram a chegar, mesmo depois das animações terem terminado, e a chegada de Dragon Ball Super apenas veio tornar a sua popularidade ainda maior.

Para Harada, ajudar no desenvolvimento de Dragon Ball FighterZ é algo do qual se orgulha, mesmo que o seu papel tenha sido pequeno. Ele ajudou no lado promocional, trabalhando com as subsidiárias internacionais para escolher o melhor momento e local para anunciar o jogo, mas também ajudou a melhorar alguns elementos do gameplay.

"Ao mesmo tempo, em relação ao desenvolvimento, fui capaz de opinar sobre os ângulos de câmara e outros detalhes, devido à minha experiência nos fighting games. Dei-lhes os meus conselhos sobre o aspecto do jogo e mecânicas gameplay envolvidas nas lutas."

Harada disse que quando o protótipo foi apresentado na Bandai Namco, ainda estava longe do que vês agora. Com a sua ajuda, as equipas na Arc System Works e Bandai Namco conseguiu melhorar o jogo.

Para o futuro, Harada diz que não se importaria de produzir um jogo de Dragon Ball, mas tendo em conta a influência que teve neste Dragon Ball FighterZ, já se dá por felizardo.

Ele diz que conseguiu ajudar com a profundidade do gameplay e na recriação de alguns personagens, o que o deixa muito contente.

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Mais artigos pelo Bruno Galvão

Comentários (9)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados

RecomendadoDragon Ball FighterZ - Análise

A Arc System Works mostra que sabe cantar o fado!

Dragon Ball FighterZ - Guia de Principiante, Personagens e Modo História

Entra no jogo com o pé direito com o nosso guia.

Hollow Knight na PS4 e Xbox One em 2019

Death's Gambit a caminho da Switch e Xbox One.

Últimas

Hollow Knight na PS4 e Xbox One em 2019

Death's Gambit a caminho da Switch e Xbox One.

Nintendo Direct às 13 horas de hoje

Actualização: Revelados novos Nindies para a Switch.

Ficaram mais Nindies Switch por revelar

A Nintendo tem mais na manga.

Publicidade