Inspector Zé e Robot Palhaço em: o Assassino do Intercidades é o novo jogo da Portuguesa Nerd Monkeys, fundada por Filipe Duarte Pina e Diogo Vasconcelos.

Filipe Duarte Pina poderá ser um nome que até conheces, uma vez que trabalhou na Seed Studios onde produziu "ToyShop Tycoon" para a NintendoDS e "Under Siege" para a PS3.

A Nerd Monkeys volta a ajudar a promover Portugal no ramo dos videojogos, apresentando uma sequela que assenta num conceito altamente interessante: "Alguém anda a matar passageiros no intercidades Lisboa-Porto, todos os dias desde terça-feira!"

Segundo a descrição oficial deste Assassino do Intercidades, alguém terá de acabar com estes crimes. No entanto, parece que quem pode está ocupado e caberá mais uma vez à dupla "do mítico Inspector Zé e o inconfundível Robot Palhaço."

"Juntos, eles vão apanhar o intercidades, chatear toda a gente fazendo perguntas inconvenientes, apanhar os pertences dos passageiros e chamar-lhes "pistas", comer e beber à borlex no bar (porque afinal estão a trabalhar!) e se tudo correr bem, encontrar e parar o assassino.

Ah, e têm de cuidar do miúdo do Garcia porque a sua mãe está no Porto e o Garcia anda ocupado e já que estão a apanhar o combóio para o Porto não custa nada levá-lo com eles. Que é que pode correr mal?

Está na altura de embarcares numa nova aventura cheia de humor, casos (muitos casos!), mistérios, e ainda mais personagens do que antes! Conseguirás reunir as pistas, resolver os puzzles, ultrupassar os obstáculos e encontrar o culpado antes de chegar à última estação?!"

Se jogaste o primeiro jogo da série, Inspector Zé e o Robot Palhaço em: Crime no Hotel Lisboa, saberás com o que contar. Um point and click casual, repleto de humor e que te faz sentir que estás em Portugal.

Este Assassino do Intercidades já apresenta a sua página no Steam e está agendado para o início de 2018.

Publicidade

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Mais artigos pelo Bruno Galvão

Comentários (2)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados