Tequila Works fala sobre o desenvolvimento de Rime

"Sabíamos que cumpríamos ou estávamos tramados."

A Tequila Works, companhia Espanhola que recentemente apresentou o envolvente RiME, falou sobre o turbulento desenvolvimento do jogo. Originalmente anunciado como exclusivo PlayStation 4 em 2013, desapareceu dos radares até ser lançado em maio de 2017.

Raul Rubio, um dos fundadores do estúdio, conversou com os nossos colegas do Eurogamer de Inglaterra durante o Gamelab 2017, e explicou que queriam criar algo pequeno. Rubio diz que jamais esperariam ser comparados a The Legend of Zelda: Wind Waker ou ICO, e que uma pequena equipa de 18 pessoas sentiu uma incrível pressão.

"isso foi em 2013, sabíamos que tínhamos de cumprir ou estávamos lixados, basicamente, mas a forma como lidámos com isso foi problemática," disse Rubio a respeito de toda a atenção conquistada pelo jogo.

As constantes comparações a Legend of Zelda incentivaram a equipa a procurar uma experiência mais ao estilo de Zelda, com quebra-cabeças complexos e gestão de recursos e inventário. No entanto, queriam transmitir a sensação de ser uma criança, sem preocupações com inventários. Isto motivou a equipa a recuar e a manter-se fiel à visão original.

Voltar à visão original não foi consensual e demorou tempo, mas largar a exclusividade PlayStation 4 já foi uma questão resolvida de forma muito simples. Rubio explicou que queriam chegar ao maior número possível de jogadores, especialmente depois de compreenderem o potencial de RiME e decidiram então adquirir de volta os direitos sobre a propriedade.

Rubio diz que se isolaram do mundo para desenvolverem o jogo, sem se preocuparem com expectativas e comparações, mas que infelizmente passaram a ideia que RiME teria sido cancelado. Mesmo que quisessem provar que o jogo estava vivo, o acordo com a editora ditava que tinham de esperar por janeiro de 2017 e isso foi duro.

Agora, após o lançamento, a Tequila Works está satisfeita com RiME e com as reacções, especialmente com o apoio partilhado por Fumito Ueda, criador de Ico, que confessou ser fã de RiME. Para o futuro, Rubio disse que é impensável passar 5 anos sem lançar um novo jogo.

Salta para os comentários (9)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Housemarque promete novidades para Returnal

Estará uma expansão a caminho do exclusivo PlayStation 5?

Lançamento de Uncharted: Legacy of Thieves Collection para breve

Já foi classificado pela Entertainment Software Rating Board.

Eis os jogos Xbox Live Gold para dezembro

Atualizado: confirmado oficialmente.

Também no site...

Comentários (9)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários