Pachter: "A Xbox One X é muito cara"

Mais cara que a média gasta na compra de uma TV.

Michael Pachter, famoso analista que quando pega na bola de cristal irrita meio mundo, confessou que ficou impressionado com os jogos a 4K no ecrã da conferência da Microsoft e que ficou intrigado com Playerunknown's Battleground.

Pachter, que apesar da grande quantidade de conteúdos apresentados pela Microsoft, sente que as vendas dos exclusivos internos não serão suficientes, também acredita que a Xbox One X é cara.

Para o analista as contas são simples, uma Xbox One X custa o mesmo que uma Xbox One S e uma PlayStation 4 Slim combinadas, por isso quem não tem uma consola ainda, ficará a pensar se compra a nova ou opta por comprar as duas.

Para Pachter, a Xbox One X é um produto difícil de vender ao preço anunciado e preferia comprar uma Xbox One S e ainda ter dinheiro para levar uma PS4 para casa.

A Xbox One X pode não ser cara para o que oferece, mas é cara para a carteira. A geração está no seu quarto ano, quando as consolas deviam começar a baixar de preço, e a $499 parece uma consola de nova geração. Pachter diz que a $399 as pessoas iam queixar-se mas faziam o esforço para comprar, a $499 não acredita que o façam.

O analista acrescenta ainda que nos Estados Unidos da América, somente 10% das casas têm TVs 4K, e que apesar disso poder aumentar para 25% no final de 2017, as pessoas não vão comprar uma só para jogar jogos. É por isso que acredita que a PS4 Pro não está a vender bem, as pessoas não gostam do valor da proposta: consola e mais uma TV 4K.

Para contextualizar melhor a situação, Pachter partilhou que o preço médio gasto na compra de uma nova TV em 2016 pelo povo Norte Americano foi de $434, o que significa que a Xbox One X é mais cara que a TV que a maioria das pessoas compraram.

Apesar de jogos como Anthem e Shadow of War impressionarem, Pachter relembra que não precisas de uma Xbox One X para os jogar e pergunta onde estão os jogos como Star Wars, FIFA ou Call of Duty? Ele sente que estarão na conferência da Sony e que assim que os virmos, as pessoas vão começar a esquecer a conferência da Microsoft.

Salta para os comentários (22)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (22)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários