Ubisoft fala do controverso cenário de Far Cry 5

Entre a religião e uma América em crise.

Não podemos dizer com certeza que a nova direcção escolhida para uma grande franquia como a de Far Cry passou despercebida. Para além disso, o anúncio de Far Cry 5 já gerou alguma controvérsia especialmente para a decisão de ter como cenário de jogo a América e propor uma seita religiosa como antagonista.

O director criativo, Dan Hay, falou sobre o próprio cenário do jogo numa entrevista concedida ao HardcoreGamer.

"Desta vez vamos para a América. Vamos a Hope County, Montana, um local que existe no nosso mundo. É um desafio assustador trazer a franquia para a América e tentar fazer com que isso seja convincente. O que queríamos fazer era trazer-te para a América, colocar-te numa fronteira, e depois colocar-te numa situação diferente daquilo que as pessoas estavam à espera".

Considerando o problema da América e a situação delicada em que se encontra será este o momento certo para propor um cenário deste género?

"A verdade é que não sabíamos o que ia acontecer na América quando começámos o desenvolvimento. Tivemos estas ideia de um personagem que acredita que o fim do mundo está a chegar, e eu lembro-me quando surgiu a ideia. Estava a passear na baixa de Toronto e vi um tipo a usar um cartaz que dizia algo como "O Fim está Próximo". Lembro-me de olhar para ele e pensar, pela primeira vez, que talvez ele soubesse algo que eu não soubesse".

"Lembro-me de ter pensado 'uau, algo está a acontecer e ninguém sabe de nada'. Então decidimos construir o jogo, a situação e quando olhas para o que está a acontecer agora há um certo alinhamento. O que é importante perceber é que não construímos o jogo com uma agenda específica. Construímos o jogo para ser capaz de te oferecer uma experiência única, conheceres personagens únicos, e experimentares uma história que pareça relevante e credível".

Far Cry 5 será lançado apenas em Fevereiro de 2018. As plataformas de eleição serão o PC, Xbox One e PlayStation 4.

Publicidade

Salta para os comentários (10)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (10)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários