Holocausto será abordado em Call of Duty: WW2

Um dos capítulos mais tristes da história da 2ª Guerra Mundial.

A Sledgehammer Games espera que Call of Duty: WW2 seja o mais fiel possível à Segunda Guerra Mundial. Para além disso, ficámos a saber que a campanha a solo do jogo irá abordar de forma série o Holocausto.

A informação é proveniente de uma entrevista do Mashable ao director criativo do jogo, Bret Robbins. Ele explicou que o estúdio não quer afastar-se da realidade histórica da Segunda Guerra Mundial e que por isso o Holocausto não pode ser ignorado.

"Iremos mostrar as atrocidades, é uma parte triste da história mas era impossível contar uma história verdadeira e autêntica sem abordar este assunto. Então foi isso que nós fizemos," disse ele.

Robbins fez também uma clara referência ao episódio "We Fight" da série Band of Brothers de Steven Speilberg e Tom Hanks, que mostra a libertação do campo de concentração de Landsberg perto de Munique. Resta saber como será tratado este assunto no jogo, e se o jogador irá efectivamente participar na libertação de um campo de concentração.

Relembramos que Call of Duty WW2 está agendado para o dia 3 de Novembro no PC, Xbox One e PS4.

Publicidade

Salta para os comentários (28)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (28)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários