Phil Spencer promete reforçar o investimento nos estúdios internos

Elogia os exclusivos da Sony.

Numa entrevista com o Guardian, Phil Spencer, patrão da divisão Xbox da Microsoft, afirmou que se vão dedicar mais aos estúdios internos para criarem mais jogos exclusivos nas plataformas da companhia.

Questionado sobre novos jogos e exclusivos, Spencer respondeu que "de momento o foco está nos conteúdos que estamos a criar. Sei que recebo críticas da comunidade sobre estado das nossas first-party e na posição em que estamos, quero dizer-vos: o mesmo nível de dedicação que sentiram de mim e de toda a equipa consoante evoluímos ao longo dos últimos três anos - está presente nas nossas first-party."

"Não quero adiantar-me e pré-anunciar um monte de coisas mas estamos a reforçar o nosso investimento, não existem dúvidas disso," acrescentou Spencer.

A respeito dos jogos focados em grandes campanhas, Spencer diz que já não são tão consistentes quanto no passado, mesmo com a chegada de jogos como Zelda: Breath of the Wild ou Horizon Zero Dawn.

"Jogos como Zelda e Horizon Zero Dawn chegam e têm uma boa prestação, mas não têm o mesmo impacto de antes, porque os grandes jogos por serviços estão a capturar uma grande quantidade da audiência. Os estúdio internos da Sony fazem muitos jogos destes, e são bons nisso, mas fora isso, é muito difícil - tornaram-se cada vez mais raros; é uma decisão empresarial muito difícil para estas equipas, o obstáculo é muito maior."

Spencer defende que existe espaço para todos os jogos e entre os diferentes modelos de negócio, acredita que é preciso fazer o melhor para cada jogo. O importante é escolher um modelo que faça sentido para o tipo de jogo em que será aplicado.

Salta para os comentários (37)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (37)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários