Jogámos o DLC final de Dark Souls III: Ringed City

Fará a vida negra aos fãs da série.

Praticamente um ano após o lançamento de Dark Souls III, o muito bem sucedido jogo da Bandai Namco que marcou o regresso de Idetaka Miyazaki ao cargo de director, chega o derradeiro conteúdo descarregável, o DLC que vai colocar um ponto final na terceira iteração da série Souls. É ao mesmo tempo um mundo novo numa última jornada. Em Ringed City encontraremos novos bosses, sempre temíveis como é habitual, novos inimigos com novas armas e magias, assim como novos items.

No Winter Level Up a Bandai Namco proporcionou um primeiro contacto o derradeiro conteúdo e o que temos a reter em primeira mão é uma mudança significativa no "design" do mapa, com uma cidade em queda, construída de forma vertical, permitindo a realização de inúmeros saltos de fé, algo que até aqui era quase impensável dar como uma veleidade. Parece seguro, por isso que os produtores estão dispostos a dar um último empurrão causando uma sensação de novidade. No entanto, a ruptura não é drástica e muitos dos elementos até aqui familiares permanecem, um reconhecimento que deixará os fãs mais agradados.

Contudo e talvez por não ter podido experimentar muito mais, fiquei com uma sensação algo reticente que só um contacto com o conteúdo final e com o devido tempo de contacto me poderá dar. Fiquei com a sensação de avançar muito rapidamente entre áreas, podendo mesmo nem enfrentar certos bosses, com imensos saltos de fé pelo meio, até desembocar numa área pantanosa e venenosa, que não só nos sujeita à exposição de um veneno mortal, como ainda, para desespero, somos sujeitos a um combate com um "boss" intermédio capaz de sobrevoar todo o espaço, lançando projécteis de fogo que não permitem grandes avanços.

1
Uma cidade em queda.

Estamos perante o fim da era do fogo e isso manifesta-se na dimensão artística da cidade em queda, como se a cidade, cortada ao meio, se posicionasse em direcção ao abismo, tombando sobre si mesma. Em termos de impacto e lore, é bestial. Ringed City convence-nos sob este prisma e o posicionamento dos inimigos, muitos deles à nossa frente pela primeira vez, projectam um desafio à medida da série Souls. Com imensos items à disposição e com um nível alto da personagem, percebe-se que terão de avançar para este DLC com a vossa personagem bem evoluída. Todavia, algumas situações mais caóticas e os amplos espaços, deixavam muitas vezes aberta a chance de fuga.

Estamos perante o fim da era do fogo e isso manifesta-se na dimensão artística da cidade em queda."

Os diferentes percursos geram encontros com diferentes inimigos. Nada disto é novo, mas fica reforçada a dimensão da área, que até ao pântano, uma secção mais intermédia, leva uma grande distância. A dificuldade desesperada com que enfrentamos este "boss" quase omnipresente é reforçada no veneno que atinge o herói quando mergulhamos nas águas pantanosas e na maldição que nos reduz a um monte de partículas quando encontramos um refúgio para os seus potentes projécteis luminosos, disparados como uma salva de raios laser.

Invulnerável a golpes de espada e demasiado longe para algumas magias, não será impossível encontrar a saída, quando recorremos ao equipamento certo e percebermos melhor os items que temos em posse. Haverá forma de o contornar e vencer, mas o seu peso neste momento, é drástico e acaba por tornar impossível o nosso avanço a partir dali. Talvez este seja um exemplo de novas ideias que a From Software implementa a fim de dar continuidade à série. Revitalizar os combates e proporcionar uma abordagem diferente, mas parece-nos que a direcção escolhida neste momento deixará muita gente a pensar sobre o a sua eficácia neste momento, para lá de um teste derradeiro.

2
Esperam-se bosses formidáveis.

Nesta parte acabamos por escavar um pouco a superfície do novo DLC. Há muito mais para descobrir e seguramente o resultado da apreciação do conteúdo na sua plena extensão poderá ser diferente ou confirmar as perspectivas que aqui ficam. A produtora promete "bosses" ainda mais formidáveis, em grande número, como uma dor de cabeça derradeira. Em termos cooperativos serão adicionados mais mapas PvP, em adição à Hollow Arena de Ashes of Ariandel. Todos os mapas estarão acessíveis para quem adquiriu um destes DLC's.

Ringed City perfila-se como a derradeira batalha na era do fogo e vai pôr um ponto final numa aventura que marcou a série. O mundo que temos neste conteúdo é fantástico, dotado de uma apresentação notável e bem pensada. Tudo tem um fim e este capítulo derradeiro não é uma simples jornada, mas um mundo mais exigente, repleto de batalhas épicas que tão cedo não serão apagadas da memória. Veremos, no final, se a direcção escolhida pelos produtores, em jeito de teste, se mostra como a mais adequada.

Publicidade

Salta para os comentários (12)

Sobre o Autor

Vítor Alexandre

Vítor Alexandre

Redator

Adepto de automóveis é assim por direito o nosso piloto de serviço. Mas o Vítor é outro que não falha um bom old school e é adepto ferrenho das novas produções criativas. Para além de que é corredor de Maratona. Mas não esquece os pastéis de Fão.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (12)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários