Bonnie Ross, a máxima responsável pela franquia Halo, falou sobre a filosofia da 343 Industries para desenvolver jogos. O estúdio tenta sempre procurar satisfazer os fãs do passado, e ao mesmo tempo querem atrair novos jogadores, o que lhes permite que a marca continue a crescer.

Durante uma sessão de perguntas e respostas, Ross mencionou que o estúdio toma decisões para garantir que "o espírito central" de Halo permaneça intacto, sem importar os elementos adicionais que forem adicionados aos novos jogos.

"Embora claramente procuramos formas de expandirmos e inovar, também temos cuidado de não perder o espírito central do que faz de Halo ser aquilo que é," comentou Ross. "Os fãs são o nosso coração e alma, e este universo foi construído para eles".

Ross reconheceu também que está muito satisfeita com a recepção positiva que tiveram sobre a história e os personagens da série, especialmente do novo líder Brute, Atriox, que será o vilão principal de Halo Wars 2.

Ela mencionou também que deve existir um equilíbrio entre as partes, pois para além de contar com o apoio dos fãs e das vozes que trazem novas características ou elementos do jogo, também é importante manter a meta que está pensada para o estúdio.

"Devemos isso aos nossos fãs para garantirmos que tenham voz na nossa franquia," acrescentou. "São o elemento vital daquilo que fazemos, e se não tens o apoio dos teus fãs centrais, é difícil expandir-mo-nos para um publico maior. Dito isto, precisamos encontrar o equilíbrio adequado sobre o feedback dos fãs e dos nossos objectivos para fazer com que a franquia siga em frente".

Publicidade

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Mais artigos pelo Luís Alves