Nintendo Switch - Jogos, especificações, data de lançamento e tudo o que sabemos sobre a consola

Dos comandos aos jogos, o que esperar da consola da Nintendo.

Depois de anos de especulação, a Nintendo Switch - anteriormente conhecida como Nintendo NX - foi revelada ao mundo. A sucessora da Nintendo Wii U e Nintendo 3DS é uma consola portátil com comandos amovíveis, permitindo a ligação à TV, e utilizará tecnologia Nvidia Tegra.

Graças às notícias da Eurogamer em Inglaterra e ao anúncio oficial da Nintendo, sabemos agora muita coisa sobre o sistema, desde a sua forma aos jogos, ao formato que usará, especificações técnicas e mais.

Nintendo Switch - o que é e como funciona?

A Nintendo Switch é uma portátil com um ecrã e dois comandos nas extremidades - chamados Joy-Cons - que podem ser colocados ou removidos à vontade. Uma base permite que o ecrã seja fixado, permitindo que uses os comandos para jogar os jogos.

Além de permitir jogar em qualquer lado, podes ligar a Switch à base, para que os jogos sejam apresentados na televisão. É, basicamente, um reverso da Wii U, com uma máquina de jogos totalmente independente completa com multijogador local, que também pode ser ligada à TV.

1

Isto permite à Nintendo desenvolver e lançar jogos para um só sistema capaz de cativar audiências que preferem jogos portáteis e caseiros, e é uma estratégia que faz sentido à luz da decisão da Nintendo em unir as suas divisões de portátil de equipamento debaixo do mesmo telhado, para que ambas as equipas pudessem colaborar no seu próximo sistema, isto em 2013.

Apesar de a Nintendo não o confirmar, foi sugerido que os comandos terão sensores de movimento ao estilo Wii e vibração avançada, permitindo vários níveis de feedback - se fores atingido por uma espada, espera um impacto diferente daquele que terás ao apanhar uma bola.

Além da capacidade para os usar individualmente (o sistema será acompanhado por um stand para agir como um ecrã de televisão fora de casa) os comandos podem ser colocados no módulo central - o Joy-Con Grip - enquanto ligada a uma TV, ou quando usam o comando estilo Xbox, chamado 'Switch Pro Controller'.

Algo que a Nintendo terá de clarificar é se existem controlos através de umecrã tátil, e se sim, como funcionaria quando o sistema está inserido na base. Esperamos obter mais informações sobre isto em breve.

2
pro

Nintendo Switch: a lista de jogos - Todos os jogos anunciados

Mesmo antes do lançamento, tivemos uma amostra do está a ser preparado pela Nintendo e por outras editoras, e o trailer de revelação em Outubro, entregou algumas revelações interessantes.

Jogos confirmados para a Nintendo Switch:

No trailer de revelação, de Outubro, vimos vários jogos de estúdios internos e externos. A Nintendo e as outras editoras ainda não confirmaram o seu lançamento na Switch - pensem neles como representativos das capacidades do sistema, mesmo que o jogo de Mario pareça novo - por isso ficam na coluna dos 'prováveis mas não confirmados' por enquanto:

5
Mario na Nintendo Switch.

Com o lançamento cada vez mais próximo, os kits de desenvolvimento foram entregues aos estúdios no ano passado, e a Nintendo revelou uma lista de estúdios a trabalhar na consola:

4

De resto, enquanto não temos anúncios completos, outros jogos possíveis para a Switch de outras editoras incluem:

  • A Two Tribes, estúdio de Toki Tori 2, está a pensar em pegar em Rive e lançá-lo na Switch, ao invés da Wii U.
  • Project Cars para a Wii U passou por problemas e poderá ser lançado somente na Switch.
  • A FDG Entertainment sugeriu que Monster Boy poderá ser lançado na Switch

Alguns rumores sugerem que a Switch será acompanhada por várias conversões de jogos da Wii U, incluindo Super Mario Maker e o mais recente Super Smash Bros. Apesar de termos visto Splatoon na revelação, não existe confirmação de outros mais.

Nintendo Switch - retro-compatibilidade, formato físico, sistema operativo e outras funcionalidades

Sabemos que os cartuchos (GameCards) - e não discos - serão o formato físico usado pela Switch, seguindo o exemplo da 3DS ao invés dos discos de alta capacidade como na Wii U. Isto foi sugerido inicialmente quando The Legend of Zelda: Breath of the Wild foi registado como um jogo usado em cartucho, logo não é uma surpresa.

cart

Apesar de não estar confirmado, tal como na Wii U e 3DS, a capacidade de transferir jogos digitais deverá ser suportada, e ainda não temos detalhes sobre o armazenamento.

Segundo uma fonte do Eurogamer em Inglaterra, não existem planos para retro-compatibilidade, significando que a Switch será um novo início, diferente da 3DS e Wii U que suportaram a DS e wii, respectivamente, que por sua vez suportaram a Game Boy e GameCube no lançamento.

Uma das fontes disse que o sistema operativo será novo - e não baseado em Android como referido em vários rumores. Seja qual for a forma do menu da Switch, será de esperar uma conta cross-platform e o sistema de recompensas My Nintendo, após a sua estreia na aplicação mobile Miitomo, no início de 2016.

Apesar das Amiibo terem surgido no vídeo de revelação e serem compatíveis com a Switch, outra funcionalidade adorada pelos fãs, a Virtual Console, não foi confirmada, mas muito provavelmente estará presente.

Quanto ao bloqueio de regiões, deverá desaparecer, e o falecido presidente da Nintendo, Satoru Iwata, disse no início de 2015 que apesar de ainda estar por decidir nessa altura, a Nintendo estava altamente optimista quando à sua mudança de posição a este respeito para a sua próxima consola.

Nintendo Switch: As especificações - o quão poderosa será specs?

A Nintendo Switch utiliza um processador mobile Tegra da Nvidia personalizado, os kits de desenvolvimento usavam o chip X1 que era usado na consola Shield e no tablet Google Pixel C.

6

Tal como a Wii, Wii U, DS e 3DS, é mais uma consola Nintendo que não tenta competir com as consolas de actual geração, por isso não esperam visuais com a qualidade da PS4 e Xbox One; o objectivo e benefício no uso do Tegra é o equilíbrio entre poder e eficiência energética para manter a vida da bateria, algo vital num sistema portátil.

Dito isto, o Tegra não é nada mau. Relembrando o artigo do Digital Foundry sobre o uso da Nvidia Tegra na Nintendo Switch, eis o que disseram do chip X1: "...Doom BFG Edition na Xbox 360 e PS3 corria a 720p60 com quedas no rácio de fotogramas e o mesmo jogo a correr numa micro-consola Android TV, a Shield, baseada no X1, consegue uma apresentação 1080p60 quase perfeita. Trine 2 - outro jogo a 720p30 na Xbox 360 e PS3, opera a 1080p30 no Tegra X1."

Quanto à resolução do ecrã da consola, ainda não foi revelada. O Tegra X1 é capaz de visuais 1080p, mas 720p poderá ter melhores resultados graças à menor contagem de pixeis.

Outra especulação sugere que remover o Tegra das suas raízes Android irá gerar melhores resultados, mas que a Switch poderá optar pelo chip X2 de nova geração ao invés do X1.

Apesar de pouco se saber sobre o X2, o lançamento da Switch no início de 2017 será cerca de dois anos após a chegada do X1, o que poderia explicar a decisão da Nintendo em adiar a consola até essa altura - mas não existe nenhuma base para isso, de momento.

Quanto às especificações do equipamento, incluindo a discussão sobre como o chip será arrefecimento, uma explicação mais aprofundadada tecnologia X1 e pensamentos no possível esquema CPU, pode ser encontrado no no extenso artigo do Digital Foundry sobre o Nvidia Tegra.

Nintendo Switch - Data de lançamento

A Nintendo Switch será lançada em todo o mundo em Março de 2017, talvez logo no início do mês, e a Nintendo disse que falhará o Natal de 2016 pois assim chegará às lojas com um forte catálogo de jogos. Não é importante apenas para o lançamento, o presidente da Nintendo disse que precisam lançar jogos a bom ritmo nos meses seguintes.

Tatsumi Kimishima disse que, "Planeamos isto para ser uma plataforma com a qual os consumidores se possam divertir por muito tempo." Algo que foi posteriormente reforçado por Reggie Fils-Aime, "Temos de fazer um melhorar trabalho do que aquele que foi feito com a Wii U, em termos de planeamento de videojogos."

O custo ainda não foi confirmado, mas seja ele qual for, a Switch não será vendida a perder dinheiro, segundo Kimishima, "Quando a Wii U foi lançada, o iene estava muito forte. Acredito que essa situação não se irá repetir. Vender a perder dinheiro no lançamento não suportaria o negócio, por isso estamos a ter isso em conta ao desenvolver a Switch."

Salta para os comentários (20)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Housemarque promete novidades para Returnal

Estará uma expansão a caminho do exclusivo PlayStation 5?

Lançamento de Uncharted: Legacy of Thieves Collection para breve

Já foi classificado pela Entertainment Software Rating Board.

Eis os jogos Xbox Live Gold para dezembro

Atualizado: confirmado oficialmente.

Também no site...

Crash origina remoção de modo em Call of Duty: Vanguard nas consolas Xbox Series

Sledgehammer investiga causas por detrás dos problemas com Champion Hill.

Call of Duty: Vanguard em promoção em todas as plataformas

Activision tenta recuperar das baixas vendas iniciais.

Cyberpunk 2077 terá versões PS5 e Xbox Series antes de abril de 2022

The Witcher 3 terá versão de atual geração na primavera de 2022.

Comentários (20)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários