Remedy fala do seu próximo projecto

Estão à procura de uma distribuidora que aposte no seu novo jogo.

Agora que Quantum Break está no mercado, a Remedy Entertainment está ocupada a desenvolver vários jogos. O primeiro é uma colaboração com o estúdio coreano Smilegate para criar a campanha de CrossFire 2. O segundo é um projecto secreto que ainda está na fase de protótipo.

Thomas Puha, chefe de comunicações da Remedy, conversou com o Game Informer e mencionou que há pelo menos duas equipa de desenvolvimento internas, uma a trabalhar em CrossFire 2 e a outra num jogo completamente novo. "A outra equipa está a trabalhar em algo que ainda está bastante longe," disse Puha. "Está na fase conceptual".

Apesar do projecto ainda estar a dar os seus primeiros passos, a Remedy já está à procura de uma distribuidora, mas preferiu não referir nomes. Como se sabe o estúdio independente trabalhou durante muito tempo com a Microsoft, na criação de Quantum Break e Alan Wake.

Puha também não quis dizer se será uma no PI ou uma sequela de algum joho. No entanto mencionou que os finais de Quantum Break e Alan Wake deixam espaço para potenciais sequelas.

"Houve muita discussão sobre o final no estúdio," explicou. "Alguns gostaram muito, outros pensaram que deveríamos fechá-lo. Eu acho que dá uma espécie de final definitivo, mas o que Sam Lake disse, quando fizemos o primeiro Max Payne, é que todos morreram. Por isso quando tivemos que fazer a sequela, tivemos de lhe perguntar, 'Por onde devemos começar?'. Quando fizemos Alan Wake e Quantum Break, pensou-se muito em deixar as portas abertas, para que quando houvesse a oportunidade pudéssemos fazer outro jogo".

Por fim, Puha comentou que a intenção da Remedy é a de encurtar os seus tempos de desenvolvimento. "Ninguém na companhia quer passar 4 ou 5 anos a fazer uma só coisa. Desgasta as pessoas, e a única coisa que queres é publicar os jogos," comentou.

Publicidade

Salta para os comentários (14)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (14)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários