Linux na PS3: Sony concorda em recompensar jogadores

A funcionalidade foi removida há seis anos e gerou um processo em tribunal.

Após uma batalha de seis anos em tribunal, a Sony finalmente concordou em recompensar os compradores da PlayStation 3 pela remoção da funcionalidade "Other OS", que permitia instalar o sistema operativo Linux na consola.

A funcionalidade foi removida em 2010 e pouco depois surgiu um processo em tribunal contra a Sony. A companhia justificou a remoção da funcionalidade com preocupações de segurança, mas aqueles que usavam a funcionalidade sentiram-se defraudados.

a
Ainda têm uma destas em casa?

Recentemente, o grupo de advogados que representa os 10 milhões de consumidores que compraram o modelo original da PS3 nos Estados Unidos, chegou a um acordo com a Sony. Segundo o documento obtido pelo ArsTechnica, os compradores poderão receber $55 caso tenham usado o Linux na consola. Em adição, os compradores terão direito a mais $9 se argumentarem que compraram a PS3 por causa da funcionalidade "Other OS".

Todavia, a maior vitória do processo vai para os advogados que pegaram no processo, que vão receber até $2.25 milhões em taxas. A recompensa é válida para aqueles que compraram a PS3 original nos Estados Unidos entre 1 de Novembro de 2006 e 1 de Abril de 2010.

Os compradores interessados em receber a compensa, terão que dar provas da compra da consola, indicando o número de série da unidade e PSN ID, e dar algum tipo de prova de que usaram a funcionalidade Other OS. Os $9 adicionais estão pendentes de uma declaração dos compradores que indique que sabiam da funcionalidade e que pretendiam usá-la. Em alternativa, este valor será remetido para quem argumente que perdeu valor na consola com a remoção da funcionalidade em questão.

Importa sublinhar que o acordo ainda não foi aprovado pelo tribunal da Califórnia, que é onde o processo está a decorrer, mas visto que ambas as partes chegaram a um acordo, não há razões aparentes para rejeitar a aprovação.

Com o lançamento da PlayStation 4 a Sony também esteve envolvida num processo em tribunal por causa da resolução de Killzone: Shadow Fall.

Salta para os comentários (22)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (22)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários