No Man's Sky teve 3 anos numa disputa legal por causa do nome

Cadeia de TV não queria que usassem a palavra Sky.

Durante 3 anos os criadores do jogo No Man's Sky estiveram envolvidos numa disputa legal devido ao uso da palavra "Sky" no título do jogo. Este processo legal, iniciado pela famosa cadeia de televisão Sky, manteve-se em segredo durante este tempo todo e agora a Hello Games terminou o litígio.

"Finalmente acabámos com a Sky. Podemos chamar o nosso jogo de No Man's Sky. Passaram 3 anos de uma disputa legal estúpida, secreta e sem sentido," comentou Sean Murray, director da Hello Games.

Murray não comentou quais foram os termos finais do processo ou se houve algum acordo monetário pelo meio. No entanto tudo parece indicar que se tratou de um processo frio e corporativo, uma vez que a Sky não está relacionada com o desenvolvimento de videojogos e não há razão para se pensar numa confusão da marca.

Para Murray tratou-se de um processo longo, extenuante e de muita preocupação, relembrando que a Sky foi a responsável pela Microsoft ter de mudar o nome de Skydrive para Onedrive.

No Man's Sky está programado para chegar no início do mês de Agosto à PS4 e PC.

Publicidade

Salta para os comentários (28)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Final Fantasy 7 Remake já está nas mãos dos jogadores

Apesar da Square Enix ter dito que existiriam problemas de stock.

Não esperes novidades de GTA 6 tão cedo

Um rumor afirmava que o jogo seria anunciado esta semana.

Jogos do PS Plus de Abril revelados mais cedo

Dois jogos excelentes de géneros diferentes.

Passatempo Predator: Hunting Grounds - Aqui estão os vencedores!

Vão receber códigos de 12 meses do PS Plus.

Também no site...

Comentários (28)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários