Sem dúvida que a Sony abriu a sua conferência com toda a imponência em preparação para um título que há muito vinha a ser especulado, God of War foi anunciado para a PlayStation 4 e Kratos vai partir para uma jornada inspirada na mitologia Nórdia.

Foi um dos jogos mais impressionantes na conferência da Sony, desde a iluminação à quantidade de detalhes, e o pessoal do Digital Foundry decidiu olhar para a demo gameplay apresentada para descobrir o rácio de fotogramas.

De momento, após análise ao feed a 60Hz fornecido pela Sony, foi possível detectar que o jogo corre entre 30-40fps. Relembra o que aconteceu com God of War Ascension na PlayStation 3, sugerindo uma situação em que não existe espaço suficiente na GPU para ir aos 60fps e fica mais ao estilo de uma experiência com rácio de fotogramas desbloqueado.

Ocasionalmente, o jogo pode ascender acima dos 40fps mas somente em momentos com pouco a acontecer, como situações em que olhamos para o céu, por exemplo.

Visualmente este God of War está muito impressionante, e como é possível ver nas animações dos monstros que Kratos enfrenta, é um dos elementos de maior destaque. O uso de motion blur de objectos e câmara ajudam a reforçar o tom cinematográfico dos visuais e tornam ainda melhor aquela luta contra o boss. É um jogo com belo aspecto e iluminação volumétrica que dá muita vida a esta paisagem Nórdica.

O uso de câmara livre, ao contrário dos jogos anteriores, é outro dos destaques pois temos uma câmara que podemos controlar à vontade, o que significa que todos os elementos presentes na imagem precisam estar em elevada qualidade. Anteriormente, o estúdio ditava o que queria mostrar e onde concentrar o detalhe, agora toda a imagem tem que estar no seu melhor.

É um dos jogos de melhor aspecto que já vimos na PlayStation 4 e ficamos entusiasmados para descobrir mais.

Publicidade

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.