No Man's Sky - Data de lançamento, trailer, edição de coleccionador

Gameplay infinito.

Viagem ao centro do universo

É estranho pensar que No Man's Sky surgiu da mente de uma pessoa que trabalhou por muitos anos na série Burnout e que depois se tornou independente, começando com Joe Danger. Sean Murray é essa mente brilhante e os conceitos básicos que o levaram a criar este jogo são precisamente os maiores encantos que estão a aguçar a curiosidade de milhões de jogadores. Murray ficou farto de desenvolver sequelas atrás de sequelas, ambicionou criar algo novo e fresco, ultrapassar os limites impostos aos estúdios independentes, e acima de tudo ousou pensar em grande. No Man's Sky é o resultado desse destemido sonho e tudo o que o mundo quer agora é descobrir que terá a capacidade para nos transportar em pleno para ele.

Por diversas ocasiões, No Man's Sky espantou o mundo e o que parecia ser mais um curioso jogo independente igual a tantos outros, tomou de assalto a indústria e despertou paixões ao revelar-se tão autêntico e singular. Quando o conceito de endless gamplay ou exploração infinita foram introduzidos, Sean Murray não o fez como se fosse um qualquer slogan promocional fez-lo com toda a intenção de explicar o que o estúdio estava a tentar alcançar. Não o fez por arrogância, fez-lo por gosto e paixão ao mundo que estava a criar. Quando o homem realiza o sonho da criança que não deixou de existir dentro de si, é algo glorificante.

Foi a imagem de um homem encantado pelo sonho a que estava a dar forma que tivemos quando falámos com Sean Murray em Los Angeles. Desde esse primeiro contacto com o jogo, Man's Sky demonstrou um design visual deslumbrante, um tom estilizado simplesmente atraente, uma experiência de jogo completamente fluída na qual podemos estar num planeta a destruir rochas para segundos depois entrar em enormes batalhas espaciais e de tudo um pouco que esteja relacionado com a mais inspiradora e emocionante ficção científica.

Exploração infinita

Se existem termos que podem associar a No Man's Sky são "exploração infinita" e "ficção científica em formato fixe". O jogo nasceu do imaginário de Sean Murray, um dos líderes do estúdio Hello Games, que pensou nos sonhos de criança em que se imaginava a explorar o espaço. Na mente de uma criança não existem complicações ou limites, podemos ir para todo o lado e não surgem contrariedades como ecrãs de carregamento ou descrições demasiado elaboradas. É aí que entra o factor fixe na ficção científica, não porque será ligeiro ou sequer irresponsável, simplesmente será apelativo.

Por diversas vezes o pessoal do Hello Games falou sobre o imaginário e como desejam que os jogadores sintam o puro prazer de explorar. Aquela sensação de querer sempre descobrir mais e ir mais além. Tudo isto agraciado por um estilo visual altamente singular e apelativo. Aliás, se No Man's Sky conseguiu alguma coisa foi mesmo surpreender pelo seu estilo visual, que encaixou na perfeição no tom apresentado. Seremos um astronauta mas não associem isso a algo aborrecido, será feito com estilo e substância.

Perante toda esta ambição de exploração infinita de planetas e viagens ao centro da galáxia, os jogadores podiam ficar assustados com a vertente técnica mas Sean Murray, o porta-voz do estúdio de serviço, afirma que será uma experiência estável e fluída que procura glorificar a sensação de exploração sem fim. Diversas referências ao mundo da ficção científica e acima de tudo um bom algoritmo que assegura um universo composto por 18,446,744,073,709,551,616 planetas repletos de materiais e criaturas para descobrir.

O astronauta que existe dentro de cada jogador irá explorar os inúmeros mundos de No Man's Sky para encontrar materiais, minerais, animais, e todo o tipo de recursos para melhorar a sua nave, o seu fato e armas. Irá trocar os seus achados por créditos para comprar novos materiais que precise para melhorar as suas possibilidades de viajar mais longe. Basicamente será um jogo focado na exploração e na recompensa que essa exploração oferece. Pelo meio terá que enfrentar criaturas, terá que respeitar as regras de cada planeta, não pode interferir em demasia com cada um deles de jeito a criar desequilíbrios, e terá que despachar alguns exploradores mais invejosos.

Banda Sonora - Ficção Científica em formato fixe

Depois de três anos em desenvolvimento, a galáxia de No Man's Sky quase pronta para ser explorada. Para acompanhar a chegada do jogo, foi anunciada uma banda sonora que ficará disponível perto do lançamento do jogo. No Man's Sky: Music for an Infinite Universe será disponibilizada em vários formatos: num duplo CD, duplo vinyl com 10 músicas e um código para transferir os 16 temas em formato digital, uma edição vinyl deluxe com todas as 16 músicas em quatro discos, e ainda nos habituais formatos digitais.

Debutante, a música que muitos podem ter guardado na memória do momento em que o jogo foi revelado, não estará presente na banda sonora oficial. A banda britânica 65daysofstatic, trabalhou em 16 temas instrumentais e dizem ter sido entusiasmante fazer parte da criação de um jogo como No Man's Sky. O resultado deixou a banda muito satisfeita e acredita que na produção destas músicas, conseguiram aprender muito pois foram forçados a experimentar coisas que não haviam feito antes.

Data de Lançamento e Edição de Coleccionador

No Man's Sky estava previsto ser lançado a 22 de Junho mas infelizmente, o Hello Games precisou de mais tempo para afinar o jogo e este foi adiado para Agosto. A data de lançamento oficial e final, esperamos nós, é 9 de Agosto. Isto deu origem a uma das situações mais bizarras da actual indústria pois Sean Murray, director de No Man's Sky, foi ameaçado de morte por alguns fãs com talvez paixão a mais.

Será então no dia 9 de Agosto que os jogadores PlayStation 4 e PC vão ter a oportunidade de comprar No Man's Sky e o jogo estará disponível em duas versões diferentes:

Edição Normal (€59.99)

  • Jogo
  • Nave Prime Vector - DLC
  • Ferramenta Resozu Z65 - DLC
  • 10.000 unidades para compras no jogo

Edição Especial (€69.99)

  • Jogo
  • Caixa Steelbook
  • Livro de Arte com 48 páginas
  • Comic Exclusivo "Adventures in No Man's Sky
  • Tema Dinâmico PS4
  • Starter Kit com Recursos Extra - DLC
  • Nave Prime Vector - DLC
  • Ferramenta Resozu Z65 - DLC
  • 10.000 unidades para compras no jogo - DLC
1
A edição de coleccionador de No Man's Sky

Publicidade

Salta para os comentários (17)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (17)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários