Take-Two diz que a realidade virtual é muito cara

Strauss Zelnick fala das limitações dessa tecnologia.

Apesar da realidade estar a ganhar cada vez mais popularidade, o CEO da Take-Two, Strauss Zelnick, falou sobre a tecnologia mostrando alguma preocupação e algumas das desvantagens da mesma.

Durante a conferência Cowen and Company Technology, Media & Telecom, Zelnick começou por dizer que a realidade virtual é simplesmente muito cara. Para além disso ele acrescentou que é ridículo pensar que uma família vai dedicar uma divisão da casa só para jogar um jogo de realidade virtual.

"Neste momento é muito caro," disse Zelnick numa audiência com os analistas e investidores. "Não existe mercado para um dispositivo de entretenimento de dois mil dólares que necessita de um espaço dedicado à sua actividade. Não sei o que as pessoas poderiam pensar. Talvez algumas das pessoas nesta sala têm divisões da casa dedicas a esta actividade de entretenimento, mas num mundo real? Não é isso o que temos nos Estados Unidos."

"Temos que gastar cerca de 300 dólares num dispositivo de entretenimento e não temos uma sala dedicada. Temos um espaço para uma televisão, um sofá e comandos," continuou. "Não temos algo onde possas estar ali parado num grande espaço aberto e agarrar 2 comandos com algo na tua cabeça e sem ir de encontro a uma mesa. Nós não temos isso."

Mas isso não significa que Zelnick esteja completamente contra a realidade virtual, no entanto explicou que é importante assinalar quais são as barreiras da tecnologia. "Não significa que não estou entusiasmado; estou apenas a dizer que ainda estamos a ver. Existem limitações."

Publicidade

Salta para os comentários (11)

Jogos em destaque neste artigo

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (11)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários