Distribuidora Francesa rectifica comentário sobre a PS4 Neo

Diz que não sabe de nada mas que pode acontecer.

A Innelec, distribuidora Francesa que se tornou notícia por afirmar que a PlayStation 4 Neo chegaria em 2016, apresentou um comunicado oficial no qual desmente qualquer conhecimento sobre uma nova consola da Sony.

Nas suas previsões para o actual ano fiscal em que entrou, a Innelec afirmou que a indústria ganharia ímpeto com a chegada da PlayStation 4 Neo até Outubro de 2016, sugerindo que a consola não só é real, algo que ainda não foi plenamente confirmado oficialmente pela Sony, e que chegaria mesmo este ano.

No entanto, a companhia apresentou agora uma rectificação oficial, corrigindo o que disse anteriormente. Não negando a possibilidade de uma nova consola ser lançada, disse que nada sabe sobre o assunto.

"A Innelec desmente todas as informações oficiais a respeito do lançamento de uma PS4K Neo," disse a companhia.

"É possível que ocorram ao longo de 2016/2017 evoluções para a actual PS4 mas de momento não temos qualquer informação sobre a natureza dessas evoluções."

Será que foi mesmo um erro ou alguém levou um puxão de orelhas?

Salta para os comentários (6)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Cole Cassidy é o novo nome de McCree de Overwatch

Efeitos do processo legal que a Activision enfrenta.

Jogos Project Zero poderão receber mais remasters

Koei Tecmo ficou surpresa com as reações.

Netflix não comprará estúdios de jogos a torto e a direito

Estará atenta a oportunidades que façam sentido.

Abertas as reservas para Cotton 100% e Panorama Cotton

Strictly Limited Games e ININ Games celebram 30 anos da série.

Comentários (6)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários