The Chinese Room acusa CD Projekt Red de sexismo

Tudo por causa de uma imagem de Cyberpunk 2077.

O estúdio The Chinese Room acusou a CD Projekt de ser sexista na rede social Twitter, isto por causa de uma notícia do Gamespot que foi ilustrada com uma imagem da modelo Kasia Danysz, que interpreta um dos protagonistas no trailer de Cyberpunk 2077, o próximo projecto do estúdio polaco.

Na imagem podemos ver a dita modelo num estúdio de gravação enquanto está rodeada de câmeras que foram usadas para o teaser que podem ver no final deste artigo.

1

O estúdio de The Chinese Room publicou, em jeito de reacção à notícia do Gamespot no Twitter com o título "Cyberpunk 2077 é mais ambicioso que The Witcher 3 em todos os sentidos", um tweet a dizer o seguinte: "mas igualmente sexista, se tivermos em conta esta imagem".

Embora a imagem para ilustrar a notícia tenha sido escolhida pelo Gamespot, o The Chinese Room taxou de sexista não só este novo jogo da CD Proket como também os antigos projectos do estúdio polaco.

O The Chinese Room é um estúdio britânico que tem vindo a criar alguns jogos sucesso como Dear Esther ou Everybody's Gone to the Rapture, enquanto que a CD Projekt RED é uma produtora polaca famosa pela série The Witcher que preferiu não reagir ao comentário do estúdio britânico.

Salta para os comentários (56)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Eis a capa de Godfall para a PS5

Counterplay mostra a bela arte que escolheu.

Ubisoft partilha teaser de Far Cry 6

Para reagir à revelação antecipada.

Bakugan: Champions of Vestroia revelado

Da WayForward para a Switch.

Também no site...

Comentários (56)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários