Blizzard explica o fecho de servidor pirata de World of Warcraft

Era um servidor que corria a versão original do jogo.

No início deste mês, mais precisamente a 10 de Abril, o servidor Nostalrius, que corria a versão original de World of Warcraft, encerrou devido à pressão da Blizzard, o que foi motivo de discussão entre a comunidade.

Este era um dos maiores servidores não-oficiais do MMO e permitia aos fãs desfrutar da versão 1.12, que foi a última actualização de World of Warcraft antes da chegada da expansão Burning Crusade.

Este não era o único servidor não-oficial de World of Warcraft, e portanto, os fãs não compreenderam a decisão da Blizzard, já que outros servidores continuam a operar.

O silêncio da Blizzard relativamente a este tópico foi quebrado há algumas horas. O gestor da comunidade publicou uma explicação para a decisão no fórum oficial, citando dificuldades em proteger a propriedade intelectual.

"Por que não deixamos o Nostalrius continuar como estava? A resposta honesta é, se não conseguíssemos proteger a propriedade intelectual os direitos da Blizzard ficariam prejudicados. Isto aplica-se a tudo o que usa a propriedade de WOW, incluindo servidores não-oficiais. Tentamos encontrar soluções, mas não existe um caminho legal claro para proteger os direitos da Blizzard e permitir o funcionamento de um servidor pirata," disse o gestor da comunidade.

"Exploramos vários opções para desenvolver servidores clássicos e nenhuma poderia ser executada sem grande dificuldade. Se pudéssemos carregar num botão e tudo isto seria criado, era o que faríamos. Contudo, existem tremendos desafios operacionais na integração dos servidores clássicos, já para não mencionar o suporte de várias versões de WOW."

Como nota final, a Blizzard diz que entrou em contacto com as pessoas que geriam o servidor e que vão continuar a conversar durante as próximas semanas.

Salta para os comentários (4)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (4)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários