A falta de conteúdo em Street Fighter V

A Capcom não acreditou na popularidade dos modos a solo.

Quando Street Fighter V chegou às lojas a 16 de Fevereiro para PC e PlayStation 4, a Capcom foi duramente criticada pela escassez de conteúdos num jogo que mais parecia ser lançado em formato Early Access. Em entrevista com a GameInformer, Yoshinori Ono falou sobre as preocupações dos jogadores e o que se passou.

O actual responsável máximo pela série Street Fighter, confirma o que praticamente todos sabiam, que o jogo foi lançado mais cedo a pensar nas competições profissionais e que subestimaram a popularidade dos modo a solo.

"Nós subestimámos a popularidade de algumas funcionalidades para um jogador. Mas estamos entusiasmados com os dois novos modos a solo - história e sobrevivência - e temos planos para continuar a refinar e expandir essas experiências," disse Ono a respeito dos conteúdos para um jogador.

Este apoio faz parte da intenção da Capcom em dar suporte a Street Fighter V durante pelo menos oito anos, o tempo de vida de Street Fighter IV. Ono relembra que SFV é uma plataforma em evolução que será refinada com o tempo. Para ele todo o apoio é bem-vindo pois esta é uma maratona e não um sprint.

A respeito da data de lançamento, Ono confessou que, "A Capcom Pro Tour não foi a única razão pela qual o jogo foi lançado naquela data. Sabemos que com mais funcionalidades no lançamento provavelmente teria sido melhor recebido pelos nossos fãs mais casuais que desfrutam de Street Fighter através do conteúdo para um jogador, ao invés dos modos competitivos."

"Existe um equilíbrio delicado entre os nossos jogadores hardcore e casuais. Sabemos que o jogo satisfaz diversas necessidades e iremos continuar a trabalhar no duro para aperfeiçoar esse equilíbrio e estar à altura da missão 'Street Fighter para todos'", disse Ono.

Com isto, a Capcom assegura que se vão melhorar as funcionalidades para um jogador, também o multijogador competitivo continuará a melhorar. Seja para suavizar os problemas dos servidores ou resolver os problemas com os que desistem quando estão prestes a perder, a Capcom quer que Street Fighter V seja a experiência de topo que os fãs exigem.

Publicidade

Salta para os comentários (31)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Novo olhar a The Witcher da Netflix

Henry Cavill explica o que é um Witcher.

Tekken faz hoje 25 anos

Foi lançado a 9 de Dezembro de 1994 no Japão.

Nova Nintendo Indie World anunciada para amanhã

Vinte minutos com indies Switch.

Comentários (31)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários