Remedy fala sobre as dificuldades em desenvolver um jogo como Quantum Break

Nos dias de hoje, como justificas um jogo sem passe de temporada ou multijogador?

Mikko Rautalahti, escritor no estúdio Remedy Entertainment e responsável pela história de Quantum Break, aproveitou o dia de lançamento para falar sobre a dificuldade e risco em desenvolver um jogo deste tipo nos dias de hoje.

Muitos podem nem dar conta disso mas Quantum Break é um jogo que parece complemente fora do seu tempo, é um jogo sem modos multijogador, sem passe de temporada e sem conteúdos adicionais. É o tipo de experiência bem trabalhada e altamente atmosférica para um jogador, com capacidade para permanecer connosco muito depois do termos terminado.

Rautalahti realçou precisamente isso dizendo que, "Não temos multijogador. Não temos gameplay infinito. Não temos passe de temporada, e não te vendemos chapéus. Não quero apresentar um julgamento moral da treta sobre essas coisas, nada disso. Apenas quero explicar onde está o nosso foco."

"Não é fácil justificar isto num ambiente empresarial moderno. Actualmente, os jogos já não são feitos assim. Existe uma imensa pressão para monetizar. Tivemos a sorte suficiente para sermos quem nós somos. O Remedy não é um estúdio grande. Escolhemos as nossas batalhas e colocamos o nosso foco no que sabemos fazer melhor."

Rautalahti afirma que Quantum Break está longe de ser perfeito mas é uma experiência muito bem criada, envolvente e única. "Espero que seja o tipo de coisa que as pessoas apreciam. É definitivamente o tipo de coisa que gosto de criar enquanto escritor."

Por fim, Rautalahti deixou uma palavra a todos os que criticam o jogo e o estúdio pelos diversos atrasos que Quantum Break sofreu, esclarecendo que não é bem como dizem.

"Aquela coisa de Quantum Break ter sido adiado repetidamente? Não é verdade! Independente do que todos sabem, apenas tivemos um adiamento. Antes disso, a internet decidiu por nós qual seria a data de lançamento, e quando anunciamos a data verdadeira, as pessoas passaram-se da cabeça. E depois tivemos o adiamento, sim. Mas apenas um."

Quantum Break já está disponível nas lojas e se quiseres, podes ler a nossa análise.

Publicidade

Salta para os comentários (21)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Final Fantasy 7 Remake já está nas mãos dos jogadores

Apesar da Square Enix ter dito que existiriam problemas de stock.

Não esperes novidades de GTA 6 tão cedo

Um rumor afirmava que o jogo seria anunciado esta semana.

Jogos do PS Plus de Abril revelados mais cedo

Dois jogos excelentes de géneros diferentes.

Passatempo Predator: Hunting Grounds - Aqui estão os vencedores!

Vão receber códigos de 12 meses do PS Plus.

Também no site...

Comentários (21)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários