O futuro de Rise of the Tomb Raider

Vais comprar quando for lançado para PlayStation 4 e PC?

Rise of the Tomb Raider foi um dos grandes lançamentos deste ano de 2015 mas ao contrário do que alguns esperavam, o estatuto de exclusivo Xbox One e Xbox 360 não traduziu em vendas a exposição mediática que conquistou. Desde que foi anunciado o acordo entre Microsoft e Square Enix, muitos dos fãs trataram Rise of the Tomb Raider com o mesmo carinho e atenção reservado tradicionalmente aos exclusivos internos, mas parece que algo não correu como desejado. O esforço do estúdio Crystal Dynamics foi muito bem recebido, tanto pela crítica como pela comunidade adepta de Lara Croft, mas tal não teve repercussão em termos de unidades vendidas para o consumidor.

O culpado mais fácil de apontar é mesmo Fallout 4 da Bethesda. Este colosso conseguiu números impressionantes por todo o mundo, e após 12 milhões de unidades enviadas para o lançamento, a Bethesda teve que enviar mais. Apesar de compreendermos, não deixa de ser surpreendente. Nesse dia, 10 de Novembro, Rise of the Tomb Raider chegou então à Xbox One e Xbox 360 mas se a estreia no Reino Unido não deixou motivos para sorrisos, ainda deixava esperanças. Especialmente porque haviam sido contabilizados cerca de dois dias de vendas. No entanto, com as recentes informações da NPD, verificámos que também na América do Norte as vendas não foram representativas das expectativas geradas pelo estatuto de exclusividade, e pela nome da propriedade em si.

Será que Lara perdeu a sua força enquanto se redescobria? Tomb Raider foi lançado em Março de 2013 e tornou-se no jogo da série que mais unidades vendeu, conseguindo vender mais de um milhão de unidades, em dois dias, só no Reino Unido, na PlayStation 3 e Xbox 360. Em Abril de 2015, depois do lançamento da Definitive Edition na Xbox One e PlayStation 4, foi anunciado que o jogo havia vendido 8.5 milhões de unidades no total, o que deixava boas perspectivas para Rise of the Tomb Raider. Ainda assim, Tomb Raider passou pelo mesmo que Rise está a passar, as excelentes críticas ao jogo não se traduziram em vendas iniciais à altura do desejado.

Apesar de se revelar contente com as vendas do jogo, a Microsoft não apresenta dados oficiais e segundo os mais recentes números apresentados por outras entidades, não confirmados oficialmente, Rise of the Tomb Raider vendeu acima de meio milhão de unidades. O que é assustadoramente baixo para um título desta envergadura e com esta exposição. As estimativas apontaram para 1.2 milhões de consolas Xbox One vendidas somente nos Estados Unidos da América, durante o mês de Novembro, e indicam que existem cerca de 17 milhões de consolas Xbox One vendidas em todo o mundo, o que nos deixa a ponderar porque correu desta forma para Rise of the Tomb Raider?

Terá a Microsoft valorizado em demasia o poder da franquia? Muitos culpam o momento escolhido para o lançamento, especialmente o dia 10 de Novembro, marcado pelo lançamento de Fallout 4, como referido, outros dizem que a exclusividade tirou Rise da PlayStation 4 onde iria ter melhores vendas, enquanto outros preferiram esperar por uma baixa de preço. Rumores recentes, sugerem que o lançamento poderá ser antecipado no PC e alguns especulam que o mesmo possa acontecer para a consola da Sony.

A nossa questão é precisamente sobre o futuro de Rise of the Tomb Raider. Acreditas que o lançamento nas restantes plataformas poderá ser antecipado? A outra questão que temos é se irás comprar o jogo no lançamento, independente da data escolhida, quando chegar ao PC e PlayStation 4?

Publicidade

Salta para os comentários (69)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (69)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários