Destiny: Será que a Gjallarhorn ainda é viável?

A nova atualização reduziu o dano da arma mais popular do jogo.

Destiny recebeu ontem a sua maior atualização até agora. A atualização é um download massivo de 18 GB na PS4 e Xbox One que no nosso caso só chegou ao fim já de madrugada. A atualização traz inúmeras alterações, pelo que é melhor consultarem lista completa no site da Bungie.

a
A Gjallarhorn não é apenas poderosa, é uma das armas mais bonitas.

Embora novidades como mais espaço para guardar as armas e simplificação dos sistemas do jogo, como a divisão entre o nível da personagem e nível de Luz, sejam bem-vindas, queremos focar-nos na Gjallarhorn, o mítico lança-roquetes que se tornou na arma mais famosa no primeiro ano de vida do jogo.

Um reequilíbrio em todas as classes de armas e em todas as armas exóticas faz parte desta atualização, e tal como já tínhamos sido avisados pela Bungie em julho, a Gjallarhorn sofreu um corte na sua capacidade para causar dano. Mas o corte não foi tão drástico como se pensava. Os Wolfpack Rounds, a habilidade exclusiva da Gjallarhorn e responsável pela quantidade absurda de dano, sofreram apenas uma redução de 33 porcento no dano causado.

Apesar da redução, a Gjallarhorn ainda continua a causar mais dano que as outras armas da sua classe, por agora. O problema é que esta arma não terá o seu dano atualizado para o segundo ano de Destiny, ficando assim presa no tempo e inviável para os novos conteúdos, como a Raid King's Fall na qual vamos defrontar Oryx. É conveniente para a Bungie que a arma não seja atualizada já que seria quase de certeza utilizada como uma forma fácil de superar os novos desafios.

A Gjallahorn não foi a única arma exótica do primeiro ano que a Bungie deixou para trás. A Icebreaker, outra arma que poderia facilitar os desafios, não terá o seu dano atualizado. Outras armas, como a Suros Regime, foram atualizadas e até receberam um facelift no seu visual.

Sendo assim, Gjallahorn só continuará a ser viável no multijogador, um parte do jogo em que o dano da arma nada importa (a não ser nos eventos Iron Banner e Trials of Osiris). Noutras situações, esqueçam a Gjallarhorn. A partir da próxima semana, assim que a expansão ficar disponível, a Gally ou G-Horn, como era conhecida entre os fãs, não será mais do que uma memória.

Publicidade

Salta para os comentários (9)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Metro Exodus - Quais as melhores armas do jogo?

Explicamos-te ainda como personalizar e limpar as tuas armas.

Metro Exodus - Todas as localizações dos Postais

Descobre a localização dos 21 postais em Metro Exodus.

Metro Exodus - Onde procurar todos os Diários

Onde encontrar as 71 páginas de Diário em Metro Exodus.

Comentários (9)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários