Um novo vídeo de Metal Gear Solid V: Ground Zeroes incide uma nova luz sobre a missão "Deja Vu" e os seus segredos/easter eggs, sugerindo que Hideo Kojima previu ou então já estava em conflito com a Konami há algum tempo, antes da situação se tornar pública.

Coincidindo com as ações da Konami para remover o nome de Hideo Kojima das capas dos jogos e dos materiais de marketing, nesta missão podem apagar os logótipos dos vários jogos da série dirigidos por Kojima. Algures na área desta missão, é avistado um logótipo da Kojima Productions, mas sem a icónica raposa laranja. O jogo diz-nos que "tem que haver alguma razão para isso estar aí".

Depois de apagarem todos os logótipos, é dito através do diálogo que "apagaste todos os vestígios, mas todos eles estarão sempre contigo". Algures durante a missão, é dito ainda que "podes apagar todos os vestígios, mas as memórias nunca vão desaparecer".

É perfeitamente possível que a Hideo Kojima e a Konami já estivessem envolvidos em conflitos durante a produção de Ground Zeroes, no entanto, o que estava a acontecer nos bastidores só se tornou público em março de 2015 quando começaram a surgir notícias que Kojima irá abandonar a companhia em setembro, quando The Phantom Pain for lançado.

Este objetivo adicional em Ground Zeroes pode ter sido uma forma de Kojima alertar os fãs.

Publicidade

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.