Em Fallout 4 o principal é a liberdade e não os gráficos

A interactividade está acima dos visuais.

Numa geração que vive a contar pixeis, é normal que cada lançamento de alto perfil seja alvo da tradicional pergunta relacionada com os gráficos. Mesmo que os visuais de Fallout 4 não estejam a convencer em pleno, a Bethesda reforça que não são o mais importante.

"Visualmente, tentamos forçar o máximo que nos é possível, tendo em conta que não estamos a criar um jogo apenas para ser o jogo com melhor aspecto no mercado," disse Pete Hines da Bethesda ao GamesRadar.

"Skyrim, por exemplo, não pretende ser o RPG mais deslumbrante de sempre. Não é esse o objectivo. Queremos ter um enorme mundo interactivo onde podes falar com as pessoas, escolher o teu caminho e tudo no mundo tem um significado e é um objecto em si."

"Tudo no mundo é tangível - não entrar numa sala e vês muitas coisas e é tudo falso. Todos os itens são mesmo itens. Largas uma granda numa sala? Vai arrebentar e mandar tudo pelos ares. Tens que gastar ciclos e seguir para onde vai tudo, e como vai saltar por ali fora."

Tal como Skyrim, Fallout 4 vai-se focar na liberdade que oferece aos jogadores e na forma como a mais pequena ou inesperadas das situações se poderá tornar tão divertida que o jogador fica com ela na memória. Hines declara que se querem comparar Fallout 4 a um jogo então tem que ser um jogo que te permite fazer tudo o que Fallout 4 permitirá.

"Se consegues destruir e reconstruir o mundo em tempo real, no jogo, e podes pegar em todos os itens e não são apenas uma textura então podemos falar. Caso contrário, estamos a falar de maçãs e laranjas."

Salta para os comentários (29)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (29)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários