Bloodborne - Dicas para os caçadores inexperientes

Nunca jogaste nenhum Souls? Eu também não!

Bloodborne acabou de chegar às lojas e enquanto o Jorge Loureiro anda por Yharnam a devastar monstros ou bosses uns atrás dos outros, existem alguns jogadores que não têm essa capacidade. Jogadores como eu, por exemplo. Levo as coisas mais devagar e ainda só eliminei o primeiro boss, tendo direito a alguns momentos de RAGE quit pelo meio! Isto provavelmente será explicado pelo meu total desconhecido pelo universo criado pela From Software e pelos seus conceitos. Não joguei nenhum jogo da série Souls, que tanta influência teve em Bloodborne, e não estou muito familiarizado com os conceitos do gameplay ou com as mecânicas de jogo ou até a estrutura do níveis.

Este desconhecimento é um prazer mas ao mesmo tempo um pesadelo. Por um lado, este imenso desejo de entrar neste universo cria motivação mas toda a "inocência" pelo implacável e doloroso conceito destes jogos deixam-me à mercê das suas implacáveis penalizações. Bloodborne é um jogo muito minucioso no qual a mínima falha poderá levar-nos do céu ao inferno em segundos. Quando sentimos que estamos a começar a dominar, eis que uma emboscada ou um movimento mal planeado nos faz perder tudo e a jornada começa novamente do checkpoint. Para jogadores estreantes, os verdes como eu, as primeiras horas em Bloodborne podem ser um escusado pesadelo. Tudo bem que estamos a aprender as mecânicas e onde estão os botões todos que são precisos para jogar mas acredito que estas pequenas dicas vos vão ser muito úteis.

Não tenhas medo de falhar

Basicamente passamos os primeiros minutos assustados porque todos dizem que o jogo nos vai enlouquecer e que não temos a habilidade para o ultrapassar. Comecem lentamente a aprender e decorar os movimentos, os timings de cada acção para depois perceber que o ataque é a melhor defesa. Em Bloodborne, geralmente, acertar o primeiro ataque num confronto é um bom passo para a vitória. Esquivar é outra das fundações de Bloodeborne, começa a habituar-me a esta mecânica e abusa dela para sobreviver em Yharnam.

Usa a arma de fogo, o dodge e o lock-on com eficácia:

Ainda demorou até perceber para que serve a arma, tira tão pouco dano e parece ser inútil. Errado. A arma de fogo activa uma espécie de contra-ataque quando o ataque do inimigo está prestes a acertar. Quanto mais melhorarem o vosso uso desta mecânica melhores possibilidades terão para enfrentar alguns dos adversários de maior porte. Além disto, terão ainda que recorrer com frequência ao lock-on para os inimigos maiores mas tenham sempre em atenção que a câmara poderá fazer das suas. Escolham com cuidado onde o utilizar.

Lock-on no adversário e tiro no momento exacto permite aplicar um devastador contra-ataque.

Os atalhos são os teus melhores amigos:

Quando encontrares o teu primeiro atalho vais perceber a sua grande utilidade. Num jogo em que morrer é tão fácil, sermos forçados a caminhar tanto para recuperar os Ecos de Sangue poderá ser frustrante. Um mero atalho poderá fazer uma enorme diferença na forma como desfrutamos deste delicioso castigo que é Bloodborne. É mais um pequeno passo em direcção à vitória, à subida de nível, quando activamos mais um atalho. Yharnam é uma cidade estranha.

Começar a subir de nível - melhorar armas:

Nas primeiras horas em Yharnam, nós novatos vamos andar borrados. Depois daquela multidão na fogueira, iremos eventualmente subir as escadas e chegar à ponte. No final da ponte está o Monstro Clérigo, o primeiro boss do jogo. A luta é fácil para quem aprender a utilizar as mecânicas de jogo (disparar a pistola, dodge, e gestão da barra de esforço) mas quer percam quer ganhem, estarão aptos para começar a farmar Ecos de Sangue e subir de nível. Para isso basta perderem e receberem um Insight, acordando a "boneca" em Sonho do Caçador. Neste mesmo local temos a nossa oficina para melhorar as armas.

Equipamento do Caçador e farming fácil:

Para um novato será essencial uma qualquer forma de acreditar que está a progredir, subindo de nível para a barra de vitalidade e esforço aumentar é uma boa forma. Comprar o equipamento do Caçador é a primeira prioridade nos momentos iniciais. Em Sonho do Caçador, ao lado da boneca num poço temos um esqueleto que nos vende itens, armas e equipamento. Seguindo e repetindo a rota que podem ver no vídeo em baixo, podem de uma vez só amealhar entre 850 a 1500 Ecos de Sangue. Não percam o que ganharam, regressem sempre que necessário à Lâmpada e comprem melhorias.

Este não é um RPG convencional. Ainda assim, farma recursos para melhorares os teus atributos e quem sabe ficas mais apto para o próximo boss.

Passos de bebé para avanços gigantes:

Aprendi da pior forma que Bloodborne requer paciência e que morrer, repetir e voltar a morrer é o melhor que a experiência tem para nos dar, desde que usado sabiamente. Jamais desperdicem o vosso tempo em Yharnam, tentem sempre aprender algo. Seja o posicionamento dos inimigos, novos atalhos ou até novos locais, procurem uma constante sensação de aprendizagem. Adicionalmente podem investir no mais importante, aprender os movimentos dos inimigos e assim tornam uma morte numa vitória.

Recupera os teus Ecos de Sangue perdidos:

Quando morres os teus preciosos Ecos de Sangue não se perdem, isto é algo que para muitos é sabido devido à sua experiência na série Souls mas que para outros será novidade. Perto do local onde anteriormente morreram podem encontrar no chão os vossos bens. Caso não estejam no chão é porque um inimigo os recolheu e terão que o matar para recuperar tudo.

Os inimigos são sempre implacáveis - Gasta os teus recursos para não os perder:

Jamais sejas confiante. Acredita na tua curiosidade e explora, acredita na tua capacidade e confronta os inimigos mas acredita que a coisa que mais deverás temer é a confiança em exagero. Quando estamos numa boa sequência de mortes, a amealhar aqueles preciosos Ecos de Sangue, o jogo poderá subitamente pregar-te uma rasteira, deixar-te longe de uma Lâmpada por isso sê cuidadoso. Tenta manter-te perto de um local onde possas regressar em segurança para possas derrotar os inimigos e manter os itens para melhorar o teu caçador. Ainda assim, Bloodborne pode dar-nos alguns momentos curiosos como visto em baixo:

Nem mesmo forçando o jogo ele se deixa ser ridicularizado. A sede de sangue é constante.

Salta para os comentários (26)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Fortnite é um pesadelo, diz José Mourinho

Os jogadores passam demasiado tempo a jogar.

Artigo | Spider-Man: Miles Morales tem algo a ensinar aos jogos em mundo aberto

Insomniac Games ressuscitou uma sensação que pensava perdida.

O que estamos a jogar - 31 de Julho

É tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

Também no site...

O que estamos a jogar - 31 de Julho

É tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

Fortnite é um pesadelo, diz José Mourinho

Os jogadores passam demasiado tempo a jogar.

Parte 2 de Fantasian está quase pronta

Mistwalker promete que será maior que a primeira.

Artigo | Spider-Man: Miles Morales tem algo a ensinar aos jogos em mundo aberto

Insomniac Games ressuscitou uma sensação que pensava perdida.

Comentários (26)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários