Codemasters a passar por despedimentos

Mas nenhum jogo em produção será afetado.

A Codemasters está a passar por uma fase de despedimentos, indicaram as fontes dos nossos colegas de Inglaterra. Neste momento estão a ser re-avaliados 50 postos de trabalho, dos quais 30 serão potencialmente eliminados após o período de avaliação.

Uma das fontes disse que os programadores e produtores estão seguros, mas o mesmo não acontece com o designers e artistas da equipa dedicada a GRID e Dirt. Aparentemente, a equipa dedicada ao novo F1 para a PlayStation 4 e Xbox One também está segura no que toca a despedimentos.

Grande parte dos postos de trabalho em causa pertencem aos departamentos dedicados à marca e informação, situados na sede da companhia em Southam, Warwickshire.

Outra das fontes apontou que a equipa de Dirt tem agora menos de 20 funcionários. Para comparação, a equipa que produziu GRID: Autosport contava com cerca de 50 funcionários.

Confirmando que há alguns postos de trabalho em perigo, a Codemasters disse numa declaração que "analisou as suas estruturas para se concentrar em áreas de maior importância e reduzir os recursos em áreas em que a força de trabalho necessária foi reduzida".

A Codemasters realça que o processo "não afeta os títulos em desenvolvimento e nenhum projeto foi cancelado como resultado".

Publicidade

Salta para os comentários (2)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (2)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários