Mais detalhes sobre o cooperativo e masmorras de Bloodborne

Hidetaka Miyazaki aproveitou o PlayStation Experience para falar sobre o seu jogo.

Hidetaka Miyazaki, o realizador de Bloodborne, aproveitou a deixa do PlayStation Experience para revelar mais detalhes sobre as masmorras e a vertente cooperativa do RPG de acção que chegará à PlayStation 4 em março do próximo ano.

Miyazaki destacou a masmorra Chalice Dungeon que gerará conteúdos de forma aleatória tal como se tinha especulado há umas semanas. Isso inclui tanto a disposição dos inimigos e objectos a encontrar, como a forma e aparência das masmorras.

Outra das particularidades desta Chalice Dungeon é que ela vai ser composta por três níveis (ou três camadas) que terá de ser explorada com cuidado extremo, já que está repleta de armadilhas que poderão fazer-nos cair para a zoa mais baixa da masmorra. A Chalice Dungeon contará com as mais variadas localizações e caminhos alternativos que fará com que cada partida seja diferente.

Para além disso foi sublinhado por Miyazaki que vamos poder contar com a companhia de outros jogadores graças à vertente cooperativa de Bloodborne, que vai continuar na linha daquilo que foi visto na série Souls.

Miyazaki comentou que esta Chalice Dungeon não fará parte das mais de dez zonas de jogo relacionadas com a história principal de Bloodborne. Segundo ele esta masmorra é destinada aos jogadores mais veteranos da série que têm vontade de enfrentar desafios ainda mais difíceis do que aqueles que irão experimentar no jogo principal.

O realizador de Bloodborne contou ainda que haverá uma vertente multijogador competitiva, que o nível de personalização dos nossos personagens será semelhante ao visto em Dark Souls II, que a equipa está a trabalhar para conseguir o maior rácio de fotogramas possível e que o conceito de morrer/viver habitual da série Souls irá manter-se de alguma forma neste jogo.

Salta para os comentários (10)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Fortnite é um pesadelo, diz José Mourinho

Os jogadores passam demasiado tempo a jogar.

Artigo | Spider-Man: Miles Morales tem algo a ensinar aos jogos em mundo aberto

Insomniac Games ressuscitou uma sensação que pensava perdida.

O que estamos a jogar - 31 de Julho

É tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

Também no site...

Recomendado | Death's Door - review - The Legend of Souls

Uma cativante experiência do início ao fim.

O que estamos a jogar - 31 de Julho

É tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

Fortnite é um pesadelo, diz José Mourinho

Os jogadores passam demasiado tempo a jogar.

Parte 2 de Fantasian está quase pronta

Mistwalker promete que será maior que a primeira.

Comentários (10)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários