Forbes chama Ubisoft de nova EA

2014 não foi um ano muito bom para a reputação da companhia francesa.

Depois das várias criticas a Assassin's Creed: Unity, provavelmente o jogo mais importante do ano para a Ubisoft, o ano 2014 será decididamente marcante pela negativa para a companhia francesa.

Depois de ontem terem sofrido uma queda de 9% na bolsa de valores, a Ubisoft viu hoje a prestigiada revista de negócios, Forbes, chamar-lhe de nova Electronic Arts.

Paul Tassi, o autor do artigo da revista, diz que a Ubisoft é a nova EA devido à sua reputação de lançar jogos inacabados e de adicionar nos seus jogos a preço completo micro-transacções dignas de jogos free-to-play.

O artigo começa por enumerar uma série de incidentes em que a Ubisoft se viu envolvida durante este ano, como foi o caso do downgrade gráfico de Watch Dogs, a ausência e a respectiva justificação de não haver personagens femininos em Unity, o caso da paridade entre versões também de Unity, a decisão de bloquear Unity nos 30 FPS, entre outros.

Tassi falou também de como a EA perdeu a confiança dos consumidores após o lançamento de Battlefield 4, a implementação de micro-transacções em jogos de 60 dólares, e da polémica que envolveu um Sim City que deveria ter um online permanente. No entanto, enquanto que a EA está a tentar limpar a sua imagem ganhando a confiança dos consumidores, a Ubisoft parece estar destinada a ocupar a má posição que a EA tem vindo a tentar deixar para trás.

Publicidade

Salta para os comentários (60)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (60)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários