Crytek: O hardware das novas consolas já estava obsoleto quando foram lançadas

Produtora fala também sobre os problemas que teve com a eSRAM da Xbox One.

Nicholas Schulz e Theodor Mader, dois engenheiros da Crytek, explicaram durante o evento SIGGRAPH deste ano, que para eles "o hardware das novas consolas, desde o seu lançamento, que era consideravelmente inferior ao dos PC de gama alta."

Esta frase provavelmente não é novidade para ninguém, no entanto é bom ver alguns produtores a admitir esse facto sem receios.

Eles assinalaram também que Crysis 3 na configuração Ultra já é um jogo verdadeiramente impressionante, e que adicionar-lhe mais efeitos ou resolução não era uma opção num hardware mais fraco, algo que explica o motivo de Ryse: Son of Rome correr a 900p e a 30fps na Xbox One.

Além disso, a Crytek contou que o MSAA não era uma opção para a Xbox One com a técnica "deferred light" uma vez que isso significaria um enorme crescimento da largura de banda. O estúdio acrescentou que teve problemas com o tamanho da eSRAM, algo que impediu-lhes de utilizar o MSAA.

Para terminar a Crytek anunciou que a técnica SSAA que é usada nas cenas pré-renderizadas de Ryse na Xbox One vai estar disponível na versão PC do jogo.

Salta para os comentários (101)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (101)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários