Como fazer upgrade ao disco da vossa PS4 para 2TB

Por cerca de 88€ podem fazer upgrade ao vosso disco e ainda ficar com uma caixa USB 3.0 para o disco que acabaram de substituir.

O preço dos dispositivos de armazenamento externo está a descer de preço. No início do mês compramos um disco externo da Toshiba por pouco menos de 100€ na Amazon do Reino Unido (portes para Portugal incluídos) e esse mesmo disco foi considerado a melhor opção no nosso guia de upgrade ao armazenamento da Xbox One. Passado uma semana, o Seagate Expansion STBX2000401 baixou de preço na mesma loja para um pouco abaixo dos 88€ (portes para Portugal incluídos). Trata-se de um bom disco para fazer se usar na Xbox One, mas também potencialmente uma compra obrigatória para donos da PS4.

No nosso guia de upgrade para a PS4 descobrimos que é através do uso de um SSD que obtemos a melhor experiência no que toca a tempos de loading reduzidos, carregamento de texturas e melhor performance geral da consola no seu uso quotidiano. Contudo, estas vantagens não se afirmaram em todos os títulos testados e no fim das contas acabamos por descobrir que o Hitachi Z7K1000 (uma disco mecânico de 1 TB e 7200 rpm) foi o disco que apresentou o melhor relação entre preço e performance, com a vantagem acrescida de também ser uma forma barata de duplicar a memória de armazenamento da consola.

De qualquer das maneiras, duplicar os 1 TB oferecidos pela drive da Hitachi por apenas mais 13€ é um excelente negócio. Não devem ficar preocupados pelo facto de se tratar de um disco externo. O disco pode ser retirado da caixa com uma chave de fendas/faca e muito cuidado. Basta inserir a chave numa das junções do lado e puxar para baixo com calma até que as duas peças de plástico que formam o chassis se desencaixem naturalmente. É um processo simples e rápido que apenas requer cuidado e atenção para que o plástico não parta ou estale.

Depois de retirarmos o chassis de plástico que protege o disco, basta desconectar o adaptador SATA para USB, remover os parafusos e as proteções de borracha que estão nos lados do disco para que este possa ser inserido no adaptador do disco para a PS4 e depois, claro está, na própria consola.

Dentro da caixa deste disco externo temos um Samsung/Seagate Momentus Spinpoint ST2000LM003 que roda a 5400 rpm e tem 32MB de cache. A versão sem a caixa de disco externo é vendida por mais de 105€ (sem contar com os portes!), o que vos faz poupar seguramente mais de 20€ quando compram este mesmo disco sob a forma de disco externo. É exatamente a mesma drive, é mais barata e ainda ficamos com uma caixa para converter o disco da PS4 num disco externo! Depois de devidamente formatada e inserida na caixa, a antiga drive da PS4 funciona perfeitamente como disco externo em MAC, PC e até na Xbox One. É absolutamente bizarro! E ainda mais bizarro notar que isto parece ser regra geral, drives custarem mais dinheiro quando são vendidas só por si, como discos de portátil, do que como discos externos.

O ST2000LM003 é também muito útil pelo facto de se tratar de uma drive de 2.5 polegadas e 9.5mm de espessura. Embora já tenhamos comprovado que as drives mais grossas de 12mm cabem dentro da PS4, é muito “à justa” e isso faz com que as vibrações e o calor se propaguem mais facilmente dentro do chassis da consola, por isso recomendamos discos com 7mm de espessura ou 9.5mm. Podem tentar tirar uma drive de 2TB de outro qualquer disco externo, mas convém saber que espessura é que ela têm, não vá ela ter nenhuma destas dimensões recomendadas. Tenham também cuidado com tipo de disco externo que tentam abrir, pois há modelos que são praticamente impossíveis de abrir, a não ser que usem um serrote ou algo do género, por isso convém ter cuidado. O disco externo da Toshiba que recomendamos para fazer o upgrade à Xbox One resistiu a todas as nossas facas, chaves de fendas e cinzéis.

Antes de passar aos testes na PS4 primeiro avaliamos as drives num PC com os softwares de benchmarking CrystalDiskMark e HD Tune para obter dados mais “crus” acerca da performance dos discos. Usamos uma conexão SATA-2 para nos aproximarmos do hardware da PS4 (o Sata-3 não é necessário para um cenário em que consolas são usadas). Nestes testes, tínhamos um particular interesse em verificar se a alta densidade de pratos magnéticos dentro deste disco podiam de alguma forma compensar o facto de esta ser uma drive de 5400 rotações por minuto ao invés das 7200 rotações oferecidas pela drive da Hitachi.

drives
O Seagate/Samsung ST2000LM003 junta-se aos nossos discos de referência para testes, dando uma boa imagem de si mesmo.
Drive Original da PS4 1TB Hitachi Z7K1000 1TB Seagate Híbrido 240GB Crucial M500 SSD 2TB Seagate
Velocidade de leitura (Sequencial/512K) 116.5MB/s / 40.4MB/s 132.9MB/s / 42.6MB/s 95.9MB/s / 40.6MB/s 191.9MB/s / 189.7MB/s 122.1MB/s / 39.6MB/s
Velocidade de escrita (Sequencial/512K) 114.4MB/s / 40.7MB/s 127.9MB/s / 55.7MB/s 106.7MB/s / 62.8MB/s 211.8MB/s / 62.7MB/s 120.9MB/s / 42.6MB/s
Tempo de acesso 21.1ms 17.3ms 6.9ms to 20.9ms 0.06ms 14.9ms
Gigas por Euro - (sem custos de portes) Convertido por mim - Considerei que uma Libra vale 1.25663€ de acordo com o site xe.com - 18.7 13.3 2.7 31

Estes primeiros resultados são bastante promissores e representam uma melhoria sobre a drive que vem com a PS4. O ST2000LM003 lê dados a uma velocidade semelhante à do Hitachi Z7K1000 e também apresenta tempos de acesso mais rápidos quando busca por diferentes ficheiros. Por outro lado, os tempos de escrita são mais altos que a drive da Hitachi, mas a ST2000LM003 continua a bater a drive da PS4 em todos os testes, algo que esperamos que se traduza em tempos de loading mais baixos e melhor streaming das texturas enquanto estivermos a jogar.

E de facto, as melhorias que vemos nos benchmarks acima traduzem-se em tempos de loading realmente mais baixos em alguns jogos, embora os testes variem bastante e apontem para o facto de que alguns títulos tiram mais partido de discos mais rápidos do que outros. Neste caso, os tempos de arranque da consola e de loading são de facto mais baixos quando usamos a drive que retiramos do disco externo da Seagate (face à drive da PS4) quando estamos a jogar Thief e Trials Fusion, e uma performance similar à drive da Hitachi, bem como do disco rígido Híbrido.

Em comparação os resultados em Call of Duty: Ghosts e Metal Gear Solid 5: Ground Zeros são inconclusivos. Às vezes o disco da Seagate apresenta tempos de loading mais baixos que a drive original, mas noutras não vemos qualquer tipo de melhoria. Curiosamente em Need for Speed: Rivals a drive da Seagate apresenta os tempos de loading mais longos e não sabemos bem porquê, pois certificamo-nos que não haviam tarefas de fundo a correr como updates e downloads em todos os testes que fizemos com este jogo.

Enquanto que a performance não é consistente em todos os jogos, a drive da Seagate apresenta tempos de loading mais rápidos que a drive que vem originalmente em todas as ps4 e aproxima-se da drive da Hitachi em termos de performance, embora não seja tão rápida como esta.

Tempo de Loading (segundos) Drive original da PS4 1TB Hitachi Z7K1000 1TB Seagate Híbrido 240GB Crucial M500 SSD 2TB Seagate
COD: Ghosts - Initial Load 23.60 19.67 19.22 16.53 23.37
COD: Ghosts - Ghost Stories 38.25 33.22 30.10 28.80 37.43
COD: Ghosts - Struck Down 29.22 27.13 26.85 26.85 29.96
Thief - Level One Load 52.08 34.67 34.67 34.43 39.54
Thief - Level Two Load 23.50 20.98 23.01 21.04 21.67
Thief - Level Three Load 38.97 37.12 36.72 35.57 38.58
MGS5: Ground Zeroes - Initial Load 44.93 43.30 41.67 32.82 43.17
MGS5: Ground Zeroes - Renegade Threat 15.33 14.13 15.20 14.43 14.46
MGS5: Ground Zeroes - Classified Intel 14.71 14.76 14.79 13.98 14.11
NFS: Rivals - Initial Load 18.25 18.14 17.59 16.40 19.88
NFS: Rivals - Start Game 24.85 24.85 25.10 23.17 33.55
NFS: Rivals - To Race 11.01 10.91 10.84 10.74 14.06
Trials Fusion - Initial Load 04.70 04.52 03.82 04.42 04.92
Trials Fusion - Stage One 15.11 13.17 13.10 13.10 12.99
Trials Fusion - Waterworks 13.01 09.67 09.62 09.62 10.47

No resto, os tempos de arranque da consola são os mesmos que a drive original e o disco de 7200 rpm da Hitachi, enquanto que os jogos que correm a partir do Blu-ray são sempre de alguma maneira afectados pelo desempenho da drive de Blu-ray da consola. Quando se tratam de jogos digitais transferidos da store estes beneficiam do facto de que o disco da Seagate tem muito mais pratos magnéticos dentro de si do que a drive original da consola: o disco de 2TB pode girar mais lentamente que uma drive a 7200 rpm, mas é muito maior, e isso significa que em cada rotação mais dados são lidos.

Como era de esperar, não encontramos qualquer tipo de aumento de frame-rate ou estabilidade de contagem de frames adicional, nem mesmo quando usamos um disco SSD, embora a velocidade adicional traga benefícios no que toca a eliminar aquelas texturas horrendas de baixa resolução. O jogo Trials Fusion apresenta mais problemas relacionados com o streaming de texturas na PS4 do que na Xbox One, com as transições entre mip-maps (texturas de diferentes níveis de qualidade) ocorrem de uma maneira mais gritante quando estamos a usar a drive que vêm de origem com a consola, fazendo deste jogo a “cobaia” certa para este tipo de testes.

Descobrimos que o uso de um SSD melhora dramaticamente a performance com objetos de alta qualidade a serem carregados primeiro para a RAM antes de serem processados e postos no ecrã, e apesar de a drive da Hitachi e a drive híbrida não conseguirem fazer o mesmo, conseguimos ver uma redução de objetos de baixa resolução mostrados no ecrã de jogo durante as transições entre níveis de detalhe.

O streaming de texturas é um problema em Trials Fusion quando usamos a drive que vem originalmente com a PS4, com elementos de baixo detalhe a perdurarem mais tempo no ecrã. Com a drive da Seagate instalada, as texturas mip-map são carregadas mais rapidamente em comparação com a drive original da PS4. Esta performance quase que iguala a obtida pela drive da Hitachi, mas não consegue carregar tantas texturas com o mesmo nível de detalhe na mesma escala de tempo.

Então, quão bem é que a Seagate 2TB ST2000LM003 se comporta? Tendo em conta que a velocidade de rotação é bastante inferior à drive da Hitachi de 7200 rpm, os resultados são sem dúvida impressionantes e o aumento da capacidade do disco acaba por compensar. Quando comparamos esta Seagate com a drive original da PS4 durante uma sessão de jogo, podemos ver com facilidade texturas de maior qualidade a serem carregadas mais rapidamente de uma forma bastante constante. Resumindo, esta drive não consegue superar a performance de um SSD, mas ainda deu muita luta a uma drive de 7200rpm ao ponto de termos de comparar as imagens de gameplay com os dois discos fotograma a fotograma para distinguir as diferenças.

Em suma, é difícil para nós recomendar um upgrade ao disco da vossa PS4, pois a performance superior mas algo marginal de um SSD vem a um custo por Giga exorbitante e o preço por giga deste Seagate é uma autêntica pechincha. Na verdade, tendo em conta que poucos jogos são afectados pela performance do disco, ficávamos contentes com velocidades semelhantes à do disco original da PS4, mas o ST2000LM003 parece ser melhor que este último e isso representa um bónus para aquele que já é um excelente negócio só por si.

Haverá desvantagens? Bem, é quase escusado dizer que abrir o disco externo com uma faca viola a garantia do mesmo e isso significa que se por alguma razão o disco avariar, não têm qualquer tipo de assistência. Se decidirem fazer este upgrade primeiro testem o disco num PC ou num MAC a ver se ele funciona em condições antes de o abrirem. A recompensa claramente está à vista: é um disco de 2TB e ainda ficam com um disco externo de 500GB feito com a drive original da vossa PS4, a um preço bastante atrativo.

Dado que os preços em Portugal são exorbitantes e este artigo tem um ênfase na palavra “barato” optamos por colocar os preços de comprar o disco na Amazon do Reino Unido e acrescentamos os portes para o importar para Portugal. Poderão procurar o melhor preço/comparativo aos aqui apresentados por recorrer ao website Kutantokusta.pt.

Publicidade

Conteúdos relacionados

The Game Awards 2019 - eis os horários

Estás pronto para uma madrugada com videojogos?

PS4 a 199.99€ neste Natal

Diversos jogos em promoção nas lojas físicas.

Ouve a dobragem PT-BR de Cyberpunk 2077

Revelados os actores que vão dar voz à personagem.

Também no site...

Halo: MCC regista 3 milhões de jogadores na semana de lançamento da versão PC

Jogo mais vendido no Steam na sua semana de lançamento.

Programa Level Up do Facebook Gaming: como transformar sua paixão por games em profissão

Conheça a história de dois gamers do Facebook e suas jornadas para se tornarem profissionais na plataforma

Ouve a dobragem PT-BR de Cyberpunk 2077

Revelados os actores que vão dar voz à personagem.

Comentários (41)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários