Shuhei Yoshida admitiu que não fazia ideia da exclusividade temporária de Rise of the Tomb Raider nas consolas da Microsoft antes de ter sido anunciada na conferência de imprensa da companhia norte-americana durante a Gamescom 2014.

"Foi muito interessante a forma como Phil Spencer disse que o jogo seria lançado em 2015 em exclusivo para a Xbox. Isso deixou muitas interpretações em aberto. Mas ainda assim, não estávamos à espera que algo como isto pudesse acontecer. Fiquei surpreendido."

"Provavelmente a Square Enix pode ter falado sobre esta exclusividade com a nossa equipa de relações com as third-party, mas eu não sei."

Yoshida falou também sobre a reacção do público em relação ao anúncio, "Qualquer coisa que a Microsoft anuncie, as pessoas também se queixam a mim. No geral há muitas pessoas que estão chateadas e que emocionalmente reagiram ao anúncio. Algumas pessoas começaram a dizer coisas negativas, como o fim de Tomb Raider. Foi uma resposta muito emotiva."

Quanto à possibilidade do jogo vir a ser lançado na PS4 ele respondeu, "Essa pergunta tem de ser feita à Square Enix e à Microsoft. Espero que o jogo eventualmente chegue à PS4. Mas como posso dizer? A única coisa que se sabe é a mensagem críptica de Phil Spencer."

"Se fores uma pessoa do marketing da Square Enix e estás a projectar as tuas vendas para o jogo, se não sair na PS4, são muitas unidades que se vão perder e que terão de ser compensadas de alguma forma."

Rise of the Tomb Raider foi originalmente anunciado como um jogo multiplataformas, agora sabe-se que será lançado no Natal de 2015 apenas nas consolas da Microsoft por um tempo indeterminado.

Publicidade

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.