Tiago Sousa deixa a Crytek para trabalhar no novo Doom

Português trabalhava no estúdio alemão há mais de 10 anos.

Tiago Sousa, o português que era o principal responsável pela investigação e desenvolvimento da programação gráfica na Crytek, anunciou no seu Twitter que deixou a companhia para ir trabalhar para a id Software, mais precisamente para ajudar no desenvolvimento do novo Doom.

O Tiago diz que irá trabalhar no novo Doom e no motor gráfico que a companhia está a fazer para o jogo, o idTech 6.

A id Software disponibilizou um teaser do novo Doom na E3, e durante o evento QuakeCon deste ano, mostrou uma demo do jogo apenas aos assistentes.

Segundo o perfil do Tiago Sousa, ele já estava na Crytek há mais de 10 anos, onde trabalhou como programador gráfico e engenheiro do motor CryEngine e em jogos como Far Cry, Crysis, Ryse: Son of Rome entre outros projectos da companhia.

A saída de Tiago Sousa aconteceu quando neste momento surgem vários relatos de que a Crytek está com problemas financeiros, principalmente o estúdio sediado no Reino Unido, onde o director de Homefront: The Revolution, Hasit Zala, também deixou a companhia.

Salta para os comentários (13)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Metro Exodus - Quais as melhores armas do jogo?

Explicamos-te ainda como personalizar e limpar as tuas armas.

Metro Exodus - Todas as localizações dos Postais

Descobre a localização dos 21 postais em Metro Exodus.

Metro Exodus - Onde procurar todos os Diários

Onde encontrar as 71 páginas de Diário em Metro Exodus.

Comentários (13)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários