O vosso jogo do fim de semana: The Wonderful 101

Os ecos da E3 fazem-se sentir.

Nós aqui no Eurogamer Portugal somos tipos muito curiosos e gostamos tanto de videojogos quanto os nossos leitores por isso também gostamos de ouvir o que têm para nos dizer. De qualquer das formas estamos em pleno Inverno e sem muito que fazer, até porque a chuva vai ameaçando neste fim de semana. Em pleno Domingo, enquanto vão pausando o trabalho e as aulas que já foram embora, gostaríamos de saber o que andam a fazer este fim de semana. Que vidas decidiram viver, quais os mundos que decidiram visitar e quais os desafios que decidiram enfrentar?

Pessoalmente acredito que a Nintendo ganhou a E3 2014. Ganhou na luta por protagonismo, conseguiu chamar mais atenções para as suas plataformas e confesso que foi a única companhia que não me fez sentir que iria jogar o mesmo jogo novamente mas agora com alguns retoques visuais e pronto, temos novo jogo. Como o Jorge Loureiro disse, o catálogo da Nintendo surpreendeu e apesar de apresentar jogos com sabor familiar, foi a única companhia que me conseguiu afastar de uma certa sensação de saturação perante os videojogos.

Na ressaca da E3 decidi então aproveitar a promoção de 20% de desconto em talão de uma grande superfície nossa para comprar o bundle Mario Kart 8 e por €299 ter direito à consola na sua versão Premium de 32GB com três jogos: Mario Kart 8 que me deu acesso a The Wonderful 101. Tendo usado o talão de desconto para comprar Super Mario 3D World. De um momento para o outro adquiri uma consola com três jogos numa excelente proposta de preço e valor.

Tudo isto para dizer que este é o jogo no qual me tenho debruçado: The Wonderful 101 do Hideki Kamiya. Enquanto espero por Bayonetta 2 e Xenoblade Chronicles, sem falar no novo The Legend of Zelda, vou por estes dias alternando entre as pistas de Mario Kart 8 e a obra do Platinum Games mas é esta que me tem conquistado mais do meu tempo. Mesmo que seja uma experiência confusa e por vezes caótica, é incontestavelmente divertida.

O Vítor Alexandre diz tudo na sua análise de 9/10 ao jogo que foi lançado em Agosto de 2013, caso queiram saber tudo sobre o jogo. O que posso dizer é que apesar de confuso o jogo é fantástico. Irritante quanto baste e ocasionalmente frustrante mas sabe tão bem jogar no GamePad para libertar a TV e quando tudo corre como deve é uma delícia. Diria que é uma espécie de desenho animado da Nickelodeon com a essência de um Bayonetta e quando derem por ela estão a investigar toda uma profundidade que nem pensariam existir sequer.

Vou aproveitar para continuar a sobreviver a este ataque de robôs gigantes (aquela luta foi tão fantástica!), vou aprender agora a usar o Wonderful verde, um Francês que usa uma pistola, enquanto me divirto com este enredo que ocasionalmente até me faz lembrar os saudosos e verdadeiros Thunderbirds. Pode ser que esta seja a pérola que me andava a faltar.

Agora que partilhei convosco o que estou a jogar este fim de semana pergunto-vos: O que estão vocês a jogar este fim de semana?

Salta para os comentários (46)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Primeiro teaser de WWE 2K22

Série volta depois de uma paragem.

Nintendo quer desenvolver mais jogos e séries originais

Para expandir o catálogo de clássicos.

O que estamos a jogar - 10 Abril

Rise, League, Destiny e Guilty Gear.

Também no site...

Nintendo quer desenvolver mais jogos e séries originais

Para expandir o catálogo de clássicos.

Primeiro teaser de WWE 2K22

Série volta depois de uma paragem.

Lootbox #11 - A E3 2021 em formato Digital

E as nossas hilariantes histórias dos eventos anteriores!

Comentários (46)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários