Crytek à beira da falência?

Atualizado: Estúdio diz que tudo não passa de rumores. Revista alemã diz que estúdio pode estar com problemas.

Depois do artigo da revista alemã Gamestar, a Crytek enviou um comunicado aos nossos colegas britânicos do Eurogamer onde esclareceu que tudo não passa de especulações.

"Independentemente do que alguns meios de comunicação estão a relatar, na sua maioria baseados no recente artigo publicado pela GameStar, a informação desses relatos e o artigo da GameStar por si só são rumores que a Crytek nega."

"Continuamos focados no desenvolvimento e publicação dos nossos antecipados jogos Homefront: The Revolution, Hunt: Horrors of the Gilded Age, Arena of Fate, e Warface, assim como a fornecer suporte continuado no nosso motor CryEngine e nos seus licenciados."

"Recebemos muitos comentários positivos durante e depois da E3 tanto da imprensa como dos jogadores, e gostaríamos de agradecer aos nossos funcionários leais, fãs e parceiros de negócio pelo seu apoio continuado."

ORIGINAL: Segundo a revista alemã Gamestar (via DSOGaming) a Crytek poderá estar à beira da falência.

Pelos vistos existem duas grandes razões para esta situação: o insucesso da última versão next-gen do motor CryEngine e as vendas abaixo do esperado de Ryse: Son of Rome.

A revista revela que, além das vendas abaixo do esperado, o desenvolvimento de Ryse foi catastrófico para o estúdio, uma vez que meses antes de ter sido lançado, o jogo estava muito atrasado e a Crytek teve que contratar mais pessoal para terminar o jogo atempadamente.

Apesar de Cevat Yerli, CEO da Crytek, acreditar que em breve irá haver uma injecção de capital no estúdio, muitas das grandes editoras estão à espera de uma possível falência para conseguirem contratar os talentosos funcionários do estúdio e comprar as propriedades da companhia ao preço da chuva.

Segundo a revista alemã, a Wargaming (produtora de World of Tanks) poderá estar numa posição de destaque como possível compradora da Crytek.

Salta para os comentários (49)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (49)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários