EA reconhece que o lançamento de Battlefield 4 foi inaceitável

Jogo tem tido vários problemas mas a situação tem vindo a melhorar.

Andrew Wilson, director executivo da Electronic Arts, reconheceu que a grande quantidade de problemas que surgiram no lançamento de Battlefield 4 provocaram uma situação inaceitável para a companhia e para a própria equipa de desenvolvimento, que desde então tem vindo a trabalhar para que os jogadores tenham o jogo que merecem.

"Foi um problema do cliente, não dos servidores," disse Wilson em entrevista com os nossos colegas britânicos do Eurogamer. No entanto ele insistiu que neste momento "o jogo funciona muito bem, e as pessoas estão-se a divertir com ele. Eu continuo a jogá-lo."

Sobre as causas que levaram o jogo a esta situação, e apesar de Wilson não justificar esses erros, relembra que Batllefield 4 é um título muito ambicioso com "64 jogadores no multiplayer, mapas gigantescos, 1080p e o Levolution, que mudaram o desenho do jogo de formas muito diferentes." Por isso, referiu, "existem sempre aspectos que se podem perder durante o ciclo de desenvolvimento. E foi precisamente isso que aconteceu com Battlefield 4."

Ainda assim, "para mim esta situação foi inaceitável. E para a equipa de desenvolvimento também. Por isso temos vindo a trabalhar incansavelmente para garantirmos que a experiência de jogo atinge o nível de qualidade que devia ter tido no lançamento; e estamos focados nisso."

"Mas quando fazes coisas como estas nunca consegues garantir tudo. Seria muito hipócrita da minha parte sentar-me aqui e dizer, 'nunca mais voltaremos a ter estes problemas', porque isso significaria que nunca mais iríamos empurrar os limites. E eu não quero ser uma companhia assim," acrescentou. "Quero ser uma companhia que impulsiona a inovação e a criatividade."

Actualmente a DICE trabalha em Star War: Battlefron 3 e Mirror's Edge 2. Enquanto que o novo Battlefield está a cargo da Visceral Games.

Salta para os comentários (13)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (13)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários