Entrevista - Jojo's Bizarre Adventure All-Star Battle

Conversámos com Noriaki Niino, produtor da Namco Bandai.

Falamos com o produtor da Namco Bandai, Noriaki Niino sobre JoJo's Bizarre Adventure: All Star Battle, o jogo de luta da Cyberconnect2 para a PlayStation 3, inspirado na popular série de manga JoJo's Bizarre Adventure. O título oferece mais de 40 personagens únicas, retiradas dos oito actuais arcos de história.

Os temas da conversa focaram-se na experiência de desenvolvimento, o que distingue o jogo dos demais, e o que oferece aos fãs de jogos de luta, em particular nos mercados ocidentais. Fiquem com a entrevista:

Eurogamer Portugal: Obrigado pelo seu tempo, permita-me começar por perguntar, isto é um jogo direccionado para os fãs de jogos de luta tradicionais?

Noriaki Niino: Sim, essa é a minha vontade, quero que as pessoas em Portugal joguem o Jojo's Bizarre Adventure All-Star Battle como um jogo de luta. É um jogo de luta autêntico, com um importante lado estratégico, então, depois de mergulharem nos combates e visuais de Jojo's, quero que tenham vontade de ler a manga e ver o anime. Este jogo é como uma entrada para todo o conteúdo à volta desta série.

Eurogamer Portugal: Sei que trabalhou noutras franquias, como Naruto, quais foram as principais diferenças dessas duas experiências?

Noriaki Niino: Mais do que a própria jogabilidade que podes encontrar no jogo, as nossas principais dificuldades estiveram no campo da expressão visual. Quero salientar isto, é muito difícil fazer manga mover-se num videojogo. Essa foi sem dúvida a maior dificuldade, quando comparado com outros jogos em que trabalhámos.

Durante o processo de desenvolvimento, e comparando com Naruto, se olhares para o espaço de combate nesses jogos, existe muito espaço por onde correr, enquanto que no caso de Jojo, com o espaço mais confinado, é diferente, mais estratégico se quiseres, mais próximo de um jogo de luta tradicional.

Eurogamer Portugal: Pode falar-nos das stands, e o que estas representam exactamente?

Noriaki Niino: Uma stand é um super poder de um humano, apenas visível para o controlador, e que pode assumir qualquer forma, pode parecer-se com um avião por exemplo, como tiveste oportunidade de ver durante a apresentação.

Basicamente é a visualização de um super poder. Em Jojo's Bizarre Adventure All-Star Battle implementamos uma stand para cada personagem, o que deu muito trabalho para garantir que fosse equilibrado, e ao mesmo tempo diferente entre cada uma.

Eurogamer Portugal: Qual foi a parte mais satisfatória que sentiu ao trabalhar neste jogo?

Noriaki Niino: hmm, escolha difícil, existe uma personagem da quarta parte de Jojo, é uma personagem boss por acaso, que usa uma stand chamada Deadly Queen e que tem uma habilidade especial para fazer recuar o tempo.

Existe um cronómetro no topo do ecrã como é costume, que vai de 60 até 0, e quando chega a 0 é um empate certo? Então, quando a personagem usa a habilidade, este cronómetro recua, fazendo o tempo andar verdadeiramente para trás.

Esta mecânica provocou imensos bugs na altura, mas estávamos mesmo decididos a pô-la a funcionar para enfatizar realmente o poder da stand. No final fiquei muito satisfeito com o resultado final, quando conseguimos que funcionasse.

"É muito difícil fazer manga mover-se num videojogo."

Eurogamer Portugal: Adicionaram um modo arcade para a versão ocidental, há mais alguma coisa optimizada especificamente para essa audiência?

Noriaki Niino: Tirando o modo arcade que mostrámos ontem, existem alguns reequilíbrios que foram efectuados a partir da versão original do jogo. A versão Japonesa, depois dos patches está no 1.0.4, é isto que se encontra pré-instalado para o ocidente, juntamente com os tais reequilíbrios.

Chamamos-lhe versão 1.0.5, com especial ênfase em ajustes na dificuldade, tendo em consideração que os ocidentais costumam ser mais competentes nestes jogos comparando com os Japoneses, e por isso o CPU é um pouco mais difícil que na versão original.

Eurogamer Portugal: Esta série tem imensos capítulos na manga, quanto desse historial foi transportado para o jogo?

Noriaki Niino: Pergunta difícil, antes de responder directamente, deixa-me dizer que quanto às personagens que estão incluídas no jogo, estou 100 porcento confiante que expressamos autenticamente a manga.

Agora, se falámos acerca do volume de personagens, sabes, há mais de 100 volumes de Jojo's Bizarre Adventure, por isso diria, 30 porcento de todo o universo de Jojo, talvez um pouco menos.

Eurogamer Portugal: Fiquei com a impressão que os combates são longos, isso vem do estilo da própria série, que confesso não conhecer?

Noriaki Niino: Não temos uma intenção clara de tornar a batalha mais longa porque se passa o mesmo na manga. À medida que vais dominando as mecânicas de combate do jogo, acreditamos que os combates se tornam mais rápidos. Pela nossa experiência, ao nível do que encontras em outros jogos do mesmo género.

Eurogamer Portugal: Muito obrigado pelo seu tempo.

Publicidade

Salta para os comentários (2)

Sobre o Autor

Aníbal Gonçalves

Aníbal Gonçalves

Redator

MMOs e RPG são com o Aníbal. Aliás existe um rumor na redação que a sua primeira casa é o World of Warcraft. Mas às vezes também o vemos a fazer uns exercícios. Não é mau de todo.

Conteúdos relacionados

Lista dos Pokémon que NÃO estão em Sword e Shield

Chikorita, Cyndaquil e Totodile são alguns deles.

Anthem será remodelado e relançado, diz rumor

Bioware prepara ainda novo Mass Effect.

Days Gone distinguido pela sua narrativa nos Golden Joystick Awards

Actualização: Resident Evil 2 eleito Jogo do Ano.

Star Wars Jedi: Fallen Order corre a 1440p na Xbox One X

Podes optar por modo 1080p com rácio de fotogramas variável.

Também no site...

Comentários (2)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários