Próximo jogo de Ken Levine não terá narrativa linear

Criador de Bioshock aposta na rejogabilidade.

Durante a sua intervenção na GDC 2014, o criador de BioShock, Ken Levine, afirmou que o seu próximo jogo não estará tão dominado pela narrativa, uma vez que do seu ponto de vista, esse tipo de jogos têm pouca rejogabilidade.

Levine contou que a narrativa linear impõe limites entre o produtor e a audiência.

"Estou orgulhoso com o que fizemos com a narrativa linear, mas pessoalmente tenho vindo a fazer isso há 19 anos. O grande problema com a narrativa é que tens de continuar a fazê-la cada vez maior. Isso consome muito tempo e é caro, e dedicas anos da tua vida a um só momento, as pessoas jogam e têm uma grande experiência e vês os fãs, mas não tens esse compromisso constante com a audiência."

Levine assinalou que agora vai experimentar criar narrativas não lineares e mundos mais abertos.

Salta para os comentários (6)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (6)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários