Hideo Kojima, o famoso criador da série Metal Gear, usou a sua conta do Twitter para falar sobre uma coisa que nunca tinha explicado anteriormente. A escolha do nome Snake.

"A razão porque usei o nome de código Snake em Metal Gear foi porque a serpente era o símbolo mais apropriado de um ser vivo que esconde a sua presença e que se move sem fazer qualquer ruído," afirmou Kojima. "A razão para que não tenha usado nenhum nome especifico cobra, anaconda ou víbora, foi porque o protagonista era o jogador. A razão porque usei SOLID foi para dar a sensação oposta de algo suave."

"Tal como em todos os finais de um jogo, a aparição do inimigo mais forte era uma obrigação em Metal Gear Solid. Era a serpente que podia superar a serpente. Por isso pensámos num clone. A luta entre SOLID e LIQUID. Isso foi Metal Gear Solid," explicou ele.

"Enquanto desenvolvia a sequela, era necessário um terceiro Snake. Uma vez que tanto Solid como Liquid expressavam estados naturais, obviamente que o próximo devia ser o estado gasoso mas um Gas Snake seria como um humano feito de gás, e o nome não me agradava muito. Por isso foi buscar os termos da física Solidus/Liquidus. SOLIDUS não é um estado real mas indica a fronteira entre o que é liquido e o que é sólido."

Publicidade

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.