Analistas temem pelo futuro de BioShock

Qualidade poderá ver-se comprometida.

Apesar da 2K Games ter esclarecido que o encerramento da Irrational Games não é indicador de que a série BioShock iria acabar, vários analistas de videojogos alertam que a qualidade da marca poderá ficar muito comprometida, devido à saída de Ken Levine.

"Prejudica as perspectivas da franquia a longo prazo," disse Michael Pachter, do grupo Wedbush Morgan, em declarações ao GamesIndustry. "O jogo não irá ser lançado até 2018, pelo menos, por isso não é um grande golpe para o valor da companhia."

Por outro lado James Hardiman, da LongBow Research, afirmou "BioShock demonstrou ser uma grande franquia, principalmente quando Ken Levine estava no leme. Ele criou o original e BioShock Infinte, dois dos melhores jogos de sempre para a crítica, mas não esteve envolvido no desenvolvimento de BioShock 2, que foi considerado muitas vezes como decepcionante."

"Por isso agora que a Irrational Games não está envolvida no próximo BioShock decerto que há o risco de que a qualidade do próximo jogo possa ficar comprometida, embora sendo realistas, o jogo só deverá ser lançado dentro de 2 ou 3 anos," relatou.

"A boa notícia é que o novo estúdio que Levine está a criar de raiz na Take-Two parece muito interessante," acrescentou.

Salta para os comentários (12)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (12)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários