Sega processa a THQ por causa de Company of Heroes 2

Quer receber uma fatia do dinheiro das reservas no Steam.

A Sega deu início a um processo legal nos Estados Unidos contra a falecida THQ por causa de Company of Heroes 2. No cerne da questão estão as reservas do jogo no Steam, das quais a THQ obteve $941,710.93.

Company of Heroes 2 pertence agora à Sega, que o comprou no leilão dos bens da THQ, mas antes de lhe pertencer, esteve em reserva no Steam desde setembro de 2012 até 24 de janeiro de 2013. Durante esse período, foram registadas mais de 20 mil reservas, o que gerou $1,345,301.29. O Steam ficou com uma fatia de 30 porcento, e o resto foi para a THQ.

Da fatia de $941,710.93 que foi para a THQ, a Sega aclama que tem o direito de receber $508,877.85 porque o pagamento da Valve foi efetuado a 19 de dezembro de 2012, no dia em que a THQ abriu falência.

Publicidade

Salta para os comentários (7)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Luigi's Mansion 3 terá DLC pago

Para a vertente multi-jogador.

Rayman Mini já disponível no Apple Arcade

A Ubisoft apoia o serviço da Apple.

Citadel: Forged With Fire adiado para 1 de Novembro

Chegará mais tarde à PS4 e Xbox One.

Nintendo Switch Lite já disponível nas lojas

Optimizada para o formato portátil.

Comentários (7)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários