AOUP Cosplay Party! - Artigo sobre Cosplay

Quem quer ser uma personagem de um videojogo?

1

Há duas semanas atrás, decorreu um evento de cosplay, com a iniciativa da Associação Otaku da Universidade do Porto, onde reinou a fantasia e a boa disposição o dia inteiro. O evento, embora realizado num lugar escondido não deixou de ser agradável para quem é fã de anime e videojogos, tornando-se mais um bom convívio para o pessoal ter a desculpa de se encontrar no sábado, no centro comercial de Cedofeita no Porto.

Tivemos animação, música, quizzes relacionados com anime, um workshop de Vanguard Cardfight, torneio de cartas de Pokémon e o elemento mais conhecido que atrai os cosplayers - o concurso de cosplay, onde tive o privilégio de participar pela primeira vez como Jirachi, o Pokémon da 4ª geração.

O local encontrou-se sempre bem organizado, com as bancas repletas de merchandise de action figures, comics, mangas e outros elementos da cultura anime e dos videojogos, outra com comida e bebida referente à cultura asiática e mais uma outra onde se podia comprar desenhos personalizados. Havia ainda um espaço para jogar videojogos e nem ali o pessoal se acanhou e juntou-se para jogar algumas partidas de Naruto e Tekken 6.

"Mas agora pergunto-me, quantos de vocês aqui conhecem, ou estão habituados a esta cultura?"

No geral, foi um evento como disse, bem passado. Mas agora pergunto-me, quantos de vocês aqui conhecem, ou estão habituados a esta cultura? Já que mencionei há pouco a palavra cosplay, alguém sabe dizer o que é?

2

Costume + Roleplay. É esta a palavra que pode ser traduzida por representação de uma personagem. Esta será a definição mais comum de Cosplay.

Cosplays são fantasias de algum mangá, anime, videojogo, filme, série ou até mesmo representarem os vossos ídolos da música. Mas normalmente é mais comum ser algo relacionado com animes e videojogos.

Antes de mais, deixem-me levar-vos aos primórdios. Tudo começou em 1939, onde numa convenção mundial, Myrtle e Ackerman criaram uma versão de roupas do filme de 1936 "Things to Come" e a usaram num evento. Esse movimento tornou-se tão popular que a partir daí, houve uma prática anual nas Worldcon, com concursos e atrações próprias onde as pessoas vinham com fatos a interpretar personagens de filmes ou séries. E isto claro, não deixou de chegar aos fãs de fantasia e comics.

Presumo que todos, ou quase todos devam saber o que é um anime (desenho animado produzido no Japão). Embora para os japoneses, anime é tudo o que seja animação seja ele estrangeiro ou nacional, para os ocidentais, anime é toda a animação que venha do Japão. Os primeiros cosplays de mangá/anime registrados são posteriores aos anos 70 nos EUA.

O mais engraçado é que este fenómeno só chegou ao Japão na década de 80, por meio de um senhor chamado Nobuyuki Takahashi, que ficou surpreendido quando visitou uma Worldcon, levando esta prática para o Japão através das revistas de Ficção Científica. Com o passar do tempo, a prática do cosplay também se tornou comum no Japão e continua a estender-se nos dias de hoje. Lá, existem grupos de japoneses que se vestem de acordo com as suas personagens preferidas de mangás, animes, comics, videojogos, filmes e por aí vai.

Os anos passam e esta comunidade foi-se estendendo a outros domínios, ganhando até um foco internacional.

Assim que a popularização do anime foi obtendo mais reconhecimento (a partir dos anos 90), o cosplay japonês tornou-se conhecido pelo mundo inteiro, levando ainda às primeiras criações de personagens originais.

Publicidade

Conteúdos relacionados

Revelados os jogos PS Plus de Março

Confirma-se Shadow of the Colossus e Sonic Forces.

Naughty Dog diz que Uncharted poderá voltar

A Sony dá-lhes liberdade para isso.

Project GG recebe primeiro teaser

Gigantescamente surreal.

Anime de Dragon Ball faz hoje 34 anos

O primeiro episódio foi transmitido no Japão em Fevereiro de 1986.

Também no site...

Comentários (4)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários