Ryse: Son of Rome tem QTE's automáticos

Para evitar jogadores frustrados.

Ryse: Son of Rome foi apresentado pela Crytek na conferência E3 da Microsoft como estando a caminho da Xbox One. Este é um jogo que finalmente regressa do limbo e que pretende oferecer uma experiência única.

No entanto, o pessoal do Kotaku acredita que é o jogo mais frustrante da E3 e tudo porque conta com QTE's automáticos, ou melhor dizendo, QTE's que se completam mesmo que o jogador não pressione o botão correto ou até nenhum botão.

Segundo o Kotaku, nestas cinemáticas o jogador pode errar o botão de propósito que o jogo continua e tal não se trata de um erro pois foi confirmado como propositado.

Aparentemente é uma escolha de design tomada porque, "Não queremos que o jogador se sinta frustrado," disse um membro da Crytek.

E vocês o que acham?

Salta para os comentários (49)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (49)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários